Conecte-se connosco

Região

Paralímpicos: Nadador de Miranda do Corvo, Marco Meneses, considera “incrível” presença na final

Publicado

em

O nadador Marco Meneses classificou hoje como “incrível” a qualificação para a final dos 50 metros livres S11 dos Jogos Paralímpicos Tóquio2020, admitindo que principal objetivo, que foi alcançado, era “bater o recorde nacional”.

“Estou muito satisfeito, o meu objetivo era tentar bater o meu recorde pessoal, que é o recorde nacional. Sabia que ir à final era muito difícil, ter conseguido é incrível”, afirmou o nadador.

Marco Meneses, que vai disputar a final às 17:57 (09:57 de Lisboa), nadou a eliminatória dos 50 metros S11 (deficiência visual) em 28,07 segundos, baixando o recorde nacional (28,56), que lhe pertencia desde maio passado.

O nadador, que na quinta-feira não participou nas eliminatórias dos 400 metros livres S11, devido a um problema nos transportes para o Centro Aquático de Tóquio, vai ainda disputar nos Jogos Paralímpicos as provas de 100 costas, 100 mariposa e 200 estilos.

Já Diogo Cancela, que na quinta-feira conseguiu o recorde nacional dos 100 metros bruços SB8, ficou hoje fora da final dos 100 metros costas.

O nadador do Clube Náutico de Miranda do Corvo cronometrou 1.15,63 minutos, nadando acima do recorde pessoal e nacional, fixado em 1.13,33.

“Não foi o que estávamos à espera, treinámos melhor para esta prova, mas não consegui, fiquei a dois segundos do meu recorde”, afirmou Diogo Cancela, acrescentando: “não considero esta prova uma desilusão, considero-a uma aprendizagem”.

Diogo Cancela garantiu já estar focado na prova dos 200 metros estilos, agendada para sábado: “Agora é tempo de relaxar para tentar dar o meu melhor nos 200”.

Portugal está representado nos Jogos Paralímpicos Tóquio2020, que decorrem até 05 de setembro, por 33 atletas, entre os quais seis nadadores.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link