Conecte-se connosco

Desporto

Pandemia obriga “Trilho dos Abutres” a reduzir número de atletas para 1.400

Publicado

em

 A 11.ª prova de atletismo de montanha (trail running) Trilhos dos Abutres vai realizar-se no próximo fim de semana em plena pandemia, em Miranda do Corvo, com a participação de aproximadamente 1.400 atletas de 23 nacionalidades.

Organizada pela Associação Abutrica, daquele concelho do distrito de Coimbra, as provas realizam-se maioritariamente em plena Serra da Lousã e obedecem a um minucioso plano de contingência aprovado pela autoridade de saúde, que obrigou os promotores a reduzir o número de participações de 2.000 para 1.400 e a abolir os banhos.

“Elaborámos um plano de contingência, que teve três versões, e, como medida, reduzimos 600 inscrições face aos outros anos e diluímos as provas por diferentes datas e horas”, disse à agência Lusa o presidente da Associação Abutrica, Tiago Araújo.

Sendo uma modalidade de baixo risco, por se tratar de um desporto em que o atleta compete maioritariamente em área montanhosa, o dirigente disse que as medidas mais restritivas verificam-se na zona central do evento, no Mercado Municipal, que foi limitado a uma capacidade máxima de 380 pessoas.

Segundo Tiago Araújo, a diluição das provas por dias e horas diferentes, bem como a elaboração de circuitos específicos para o secretariado, com entradas e saídas, vai ajudar a minimizar os eventuais riscos de contágio por covid-19 no evento.

Os atletas vão ter de apresentar certificado de recuperação da covid-19 com menos de 180 dias, teste PCR com 72 horas ou teste de antigénio com 48 horas de antecedência.

O evento arranca no sábado com a prova “Ultra Trilhos dos Abutres”, de 50 quilómetros e 2.500 metros de desnível acumulado positivo, com início e fim no Mercado Municipal de Miranda do Corvo, que deverá contar com 650 atletas, entre eles alguns do top 10 mundial da modalidade.

“Não será um recorde de participação de atletas estrangeiros, porque tivemos a edição do mundial que é atípica, mas, a seguir ao mundial, quebrámos o recorde de uma edição normal com 136 atletas de 22 nacionalidades estrangeiras”, sublinhou o presidente da Associação Abutrica.

Apesar do contexto pandémico em que o país vive, o evento “conseguiu ter um volume na ordem das 2.800 pré-inscrições para as 1.300 inscrições” validadas, ou seja, segundo enfatizou Tiago Araújo, no próximo fim de semana, se a organização quisesse, “podia realizar um outro evento com o mesmo número de atletas”.

No domingo, estão previstas as provas “Trilhos dos Abutres”, de 30 quilómetros, e “Mini Trilhos dos Abutres”, de 20 quilómetros, com 350 e 300 participantes, respetivamente.

Para esse dia, está ainda agendada os “Trilhos Júnior José Godinho Dos Abutres”, com uma centena de participantes, que envolve um conjunto de provas de diversas distâncias dirigidas a atletas dos seis aos 15 anos, no Centro de Estágio de Trail Running e BTT, em Vila Nova.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link