Conecte-se connosco

Coimbra

Pampilhosa da Serra recebe “filhos da terra” que se refugiam no Interior

Publicado

em

A Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, tem estado a receber nos últimos dias muitos “filhos da terra” que procuram refúgio face à pandemia de covid-19, confirmou à agência Lusa o presidente do município.

“É um movimento de pampilhosenses que gostamos sempre de ver pelo concelho, mas devemos ser todos responsáveis porque as pessoas das nossas aldeias são maioritariamente idosas e de risco elevado face à pandemia”, disse José Brito Dias.

O autarca apelou ao “bom senso” de quem se quer refugiar na Pampilhosa da Serra para que cumpra “o período de quarentena necessário para despistar se são portadores do vírus SARS-CoV-2, que provoca a doença covid-19.

Salientando que a maioria tem casa na Pampilhosa da Serra, José Brito Dias frisou que essas pessoas “devem exigir a si um período de quarentena para não colocar em risco os idosos altamente debilitados” que residem no concelho, um dos menos populosos e mais envelhecidos do distrito de Coimbra.

Com uma forte comunidade em Lisboa, onde estão sediadas 80 comissões de melhoramentos, que se mantém muito ligadas à terra natal, Pampilhosa da Serra é um concelho com 4.481 habitantes, que no verão chega a quintuplicar a população.

Para já, segundo o presidente da Câmara, o aumento populacional não está a criar problemas de rutura no abastecimento de bens alimentares e de primeira necessidade, cujos estabelecimentos se mantêm abertos cumprindo as regras de segurança.

No âmbito do seu Plano de Contingência, o município está, desde o dia 13, a contactar telefonicamente os idosos que se encontram mais isolados nas aldeias do concelho, tendo ainda acionado um veículo sonorizado, que passará em todas as freguesias para prestar informações de alerta e de proteção à população.

A Câmara tem disponível uma Linha de Emergência Municipal COVID-19 (235 590 330), para onde a população poderá ligar a solicitar apoio no fornecimento ou transporte de bens e de medicamentos, que será atendido mediante validação do Gabinete de Ação Social do Município.

Face às orientações do Ministério da Educação e à suspensão das atividades letivas, a autarquia está também a garantir o fornecimento das refeições escolares aos alunos do Pré-Escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico da Rede Pública detentores do Escalão A, que o solicitem.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com