Justiça

Pai da grávida desaparecida da Murtosa condenado por tráfico de droga

Notícias de Coimbra | 2 meses atrás em 28-02-2024

O pai de Mónica Silva, a grávida desaparecida na Murtosa, foi esta tarde de quarta-feira, dia 28 de fevereiro, condenado por tráfico de droga.

PUBLICIDADE

O progenitor de Mónica Silva ficou hoje a saber que tem de cumprir um ano de pena suspensa, uma vez que já tinha cumprido um ano de prisão domiciliária.

O pai da grávida tinha sido condenado por tráfico de estupefacientes “no entanto o coletivo de juízes do Tribunal de Aveiro, considerou este delito de menor gravidade, devido às pequenas quantidades”, avança a CMTV.

PUBLICIDADE

publicidade

Após o conhecimento da reapreciação das medidas de coação, o pai de Mónica Silva, poderá sair de casa e juntar-se às buscas pelo corpo da filha.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE