Conecte-se connosco

Coimbra

Outubro traz lufada de ar fresco mas há quem não queira largar a máscara (com vídeos)

Publicado

em

O mês de outubro traz uma lufada de ar fresco, com os restaurantes, cafés e o comércio a deixarem de estar sujeitos a um limite máximo de clientes ou de pessoas por grupo e os clientes já não são obrigados a usar máscara. A última fase do levantamento das restrições impostas para a controlar a pandemia entrou em vigor, esta sexta-feira, em Portugal continental.

Pela primeira vez desde o início da pandemia deixa de ser obrigatório o uso de máscara por clientes dentro de espaços de restauração, uma mudança a que os portugueses ainda estão a adaptar-se.

Apesar de agora já não ser exigida, há quem não a queira largar, por precaução, foi o que o NDC constatou na cidade de Coimbra.

Veja os vídeos do NDC:

O uso de máscara será obrigatório nos transportes públicos, nas Lojas de Cidadão, nas escolas (exceto nos espaços de recreio ao ar livre), nas salas de espetáculos, nos cinemas, nas salas de congressos, nos recintos de eventos, nos serviços de saúde e nas estruturas residenciais para idosos, assim como nos espaços comerciais com área superior a 400 metros quadrados, incluindo centros comerciais.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link