Conecte-se connosco

Coimbra

Ordem dos Médicos do Centro dedica semana aos Direitos Humanos (com vídeo)

Publicado

em

Associando-se ao Dia Internacional dos Direitos Humanos que se assinala a 10 de dezembro, a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) decidiu levar a cabo esta semana um conjunto de iniciativas para “chamar a atenção para os valores básicos a defender no atual contexto pandémico que tem provocado grandes desafios sociais, económicos, éticos e jurídicos sendo o Direito à Saúde um dos mais visados”.

“Faz 73 anos que a Assembleia Geral da ONU proclamou a Declaração Universal dos Direitos Humanos”, lembra Carlos Cortes em entrevista ao NdC, sublinhando que o direito à saúde é um dos mais importantes e faz parte desta declaração.

Sob o lema “A Medicina e os Direitos Humanos” a jornada começou esta segunda-feira com a visita à Fundação ADFP, em Miranda do Corvo, onde se estabeleceu contacto com o Projeto Acolhimento de Refugiados. Na quinta-feira, dia 9, às 11:00, será visitado o Centro de Prevenção do Trauma e da Tortura, estando prevista uma reunião com a Direção do Centro de Responsabilidade Integrado de Psiquiatria. No mesmo dia, às 14:30, a SRCOM irá reunir na sede da ONGD “Saúde em Português”. A iniciativa culminará com o debate dedicado ao tema “Medicina e Direitos Humanos: Que realidade? Que futuro?”, com a participação de representantes da comunidade médica dedicada às respostas em emergência e catástrofe, na sexta-feira às 21:30, na sede da Ordem dos Médicos, em Coimbra.

“Sempre existiu uma ligação entre a Medicina e Ações Humanitárias”, sustenta Carlos Cortes, dando conta que a mesa-redonda visa um “debate alargado para discutir o contributo da Medicina para os Direitos do homem”.

Veja o direto NdC com Carlos Cortes, presidente da SRCOM:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link