Conecte-se connosco

Médicos

Ordem dos Médicos do Centro cancela cerimónias presenciais do Juramento de Hipócrates  

Publicado

em

Face à evolução da pandemia covid-19 na região Centro – e em particular na Covilhã, Coimbra e Leiria – a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos decidiu converter as duas cerimónias de Juramento de Hipócrates para o formato digital.

As cerimónias iriam proporcionar a concentração no mesmo espaço de centenas de jovens médicos, familiares e amigos, representantes da comunidade médica e muitos outros convidados, além dos habituais encontros e convívios familiares e sociais à margem da organização das cerimónias. No dia 20 de novembro (Covilhã) e no dia 28 (Coimbra), as cerimónias adquiriram novos contornos em formato digital, de forma a salvaguardar a saúde pública.

 Perante o agravamento preocupante da situação pandémica nas cidades da Covilhã e de Coimbra, decidiu-se transformar o compromisso hipocrático em cerimónias em formato digital.

“Não tomámos esta difícil decisão de ânimo leve. Sabemos o quanto é importante este marco na vida profissional de cada médico, mas, depois de consultarmos diversos peritos em Saúde Pública, tomámos esta decisão com forte sentido de responsabilidade”, explica o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes.

“A decisão do Conselho Regional do Centro foi sensata e corajosa. Uma decisão que defende o País e os Portugueses”, assumiu o Bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, ao intervir na primeira cerimónia solene de Juramento de Hipócrates de 2021, aquela que iria decorrer no Teatro Municipal da Covilhã.

Foi criada uma plataforma digital especificamente para assistir a estas cerimónias, de modo a que estes momentos solenes sejam vividos e partilhados em segurança.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link