Conecte-se connosco

Região

Oliveira do Hospital: Ministro diz que combater as alterações climáticas “é lutar pela nossa soberania”

Publicado

em

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, defendeu hoje que o atual combate às alterações climáticas é também uma luta pela soberania e pela liberdade, de forma a depender menos da chantagem de determinados regimes.

“Hoje, lutar pelas alterações climáticas também é lutar pela competitividade da economia. Hoje, lutar pelas alterações climáticas também é lutar pela nossa soberania, pela nossa menor dependência do estrangeiro”, considerou.

Durante a sessão de inauguração do Parque dos Marmelos, um dos principais pulmões verdes da cidade de Oliveira do Hospital, Duarte Cordeiro sublinhou que a luta contra as alterações climáticas é também um combate pela liberdade.

“Quanto mais energia renovável nós tivermos, quanto menos dependermos do gás, das fontes fosseis, também menos dependemos de determinados regimes que nos têm procurado chantagear, com a sua ação económica e com a dificuldade que nos vão criando, neste caso à Europa”, referiu.

Ao longo da sua intervenção, o ministro do Ambiente indicou que, sendo o combate às alterações climáticas “um combate pela qualidade de vida, pela economia e pela liberdade”, é muito importante para o Governo saber que os municípios estão ao seu lado.

“Faremos tudo o que pudermos e estiver ao nosso alcance, nos vários incentivos que temos, nas várias políticas que vamos desenvolvendo, para que não tenhamos divisões ou estímulos no sentido contrário”, acrescentou.

De acordo com o governante, só “caminhando juntos”, será possível atingir melhores resultados.

“É isso que vamos procurar fazer: na área da floresta, na água e na energia”, assegurou.

Sobre o Parque dos Marmelos de Oliveira do Hospital, que foi alvo de uma intervenção de requalificação e revitalização, Duarte Cordeiro frisou que permitiu criar “uma verdadeira ilha verde”.

“Estes espaços são vitais para cidades saudáveis”, concluiu.

A empreitada de requalificação e revitalização do Parque dos Marmelos e da Margem Ribeirinha da Ribeira de Cavalos rondou os 800 mil euros, tendo contado com um apoio financeiro da União Europeia na ordem dos 85%.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade