Conecte-se connosco

Região

Oliveira do Hospital: ARCIAL vai ter lar residencial para pessoas com deficiência

Publicado

em

A ARCIAL – Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados de Oliveira do Hospital vai investir cerca de 1,6 milhões de euros na construção de um lar residencial para pessoas com deficiências, revelou hoje fonte da instituição.

De acordo com a diretora financeira da ARCIAL – Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados de Oliveira do Hospital, Célia Gouveia, será construída uma estrutura de raiz, que terá uma comparticipação de aproximadamente um milhão de euros, no âmbito do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais – 3.ª Geração (PARES 3.0).

“O investimento total ronda os 1,6 milhões de euros e prevê a construção de um lar para 30 utentes e apetrechamento de parte do edifício”, informou.

Em declarações à agência Lusa, Célia Gouveia revelou que o lar residencial vai ser construído numa quinta no centro da cidade de Oliveira do Hospital, que é propriedade desta instituição particular de solidariedade social (IPSS).

“Trata-se de uma resposta nova, há muito ambicionada pela instituição e de grande importância para os utentes. Temos uma grande lacuna neste tipo de respostas”, evidenciou.

A diretora financeira da ARCIAL apontou que esta resposta social tem registado uma grande procura por parte dos familiares dos utentes que acolhem durante o dia.

“Já temos duas residências autónomas, mas para jovens com alguma autonomia. E faltava uma resposta deste género, para este tipo de utentes”, sustentou.

Sete IPSS do Município de Oliveira do Hospital foram contempladas com verbas para concretizar investimentos no âmbito do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais – 3.ª Geração (PARES 3.0).

Oliveira do Hospital é, no distrito de Coimbra, o município com mais candidaturas aprovadas – sete – com comparticipações que ultrapassam os quatro milhões de euros, para o desenvolvimento das respostas sociais a que as instituições se candidataram.

A Associação para o Desenvolvimento Social e Cultural do Vale do Cobral, o Centro Paroquial de Solidariedade Social da Bobadela e a Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados de Oliveira do Hospital são as três IPSS do concelho de Oliveira do Hospital contempladas com as maiores comparticipações do PARES 3.0, no valor de cerca de 1,5 milhões de euros, 1,3 milhões de euros e um milhão de euros, respetivamente.

Foram ainda atribuídas comparticipações financeiras às candidaturas dos projetos da Associação Progressiva de Santo António do Alva, Centro Social e Paroquial de Ervedal da Beira, Associação de Solidariedade Social Professor Virgílio Hall da Fonseca e Fundação Aurélio Amaro Diniz.

De acordo como o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, está em causa um investimento superior a seis milhões de euros, que permitirá alargar e melhorar a rede de equipamentos sociais do município de Oliveira do Hospital, dando uma maior resposta às necessidades das populações.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link