Conecte-se connosco

Crimes

Oito anos de prisão para caçador que matou uma mulher de 28 anos por negligência

Publicado

em

O Tribunal de Vila Real condenou hoje a oito anos de prisão um caçador pelo homicídio negligente na forma grosseira de uma mulher que caminhava numa estrada perto da aldeia de Leirós.

O arguido foi condenado, em cúmulo jurídico, pelos crimes de homicídio negligente, na sua forma mais grave (grosseiro), omissão de auxílio e ainda um crime contra a preservação da fauna e das espécies cinegéticas.

O coletivo de juízes do Tribunal de Vila Real decidiu ainda condenar o caçador ao pagamento de uma indemnização de 250 mil euros à família da mulher de 28 anos que foi morta em 05 de julho de 2017, quando caminhava com uma amiga numa reta da Estrada Nacional (EN) 15 que liga à aldeia de Leirós, no concelho de Vila Real.

O coletivo deu como provado que o arguido estava a caçar perto da estrada nacional quando disparou contra um javali e atingiu a mulher, tendo abandonado o local, sem prestar auxílio à vítima.

Foi-lhe ainda retirada a carta de caçador, a licença de uso e porte de armas e as armas apreendidas ficam, por ordem do tribunal, perdidas a favor do Estado.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com