Conecte-se connosco

Universidade

Observatório da Religião no Espaço Público escreve ao Arcebispo de Barcelona

Publicado

em

Juan José Tamayo, um dos teólogos da linha da teologia da libertação mais populares em Espanha e na América Latina, foi, segundo o Policredos, proibido pelo Cardeal Martínez Sistach, Arcebispo de Barcelona, de proferir uma conferência numa paróquia de Barcelona sobre Ignacio Ellacuria, no vigésimo quinto aniversário da sua morte.

O POLICREDOS é o Observatório da Religião no Espaço Público, do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, que tomou a iniciativa de promover uma carta aberta ao Arcebispo de Barcelona repudiando a proibição e solidarizando-se com Juan José Tamayo.

Até à data, esta petição obteve a adesão de mais de sete centenas de subscritores (consultar anexo, pf), da América Latina, Europa, África, Ásia e América do Norte, entre eles, Frei Betto, Gianni Vattino, Ignacio Ramonet, Ivone Gebara, Leonardo Boff, Maria Pilar del Río ou Vasco Lourenço.

Segundo o Observatório, “a proibição da conferência de Juan José Tamayo é interpretada como um sinal de que existem forças na Igreja Católica adversas ao Papa Francisco”.

Ignacio Ellacuría nasceu em Espanha e passou uma grande parte da sua vida em El Salvador. Professor universitário, teólogo da libertação com uma obra vastíssima e corajosa,

Juan José Tamayo, teólogo espanhol, tem dedicado a sua vida à teologia da libertação. É professor titular da Universidade Carlos III de Madrid, dirigindo atualmente a Cátedra de Teologia e Ciências das Religiões Ignacio Ellacuría desta mesma Universidade.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com