Extra

O que é uma carteira air-gapped?

PUB | 5 meses atrás em 08-02-2024

No mundo das criptomoedas, a segurança dos fundos é importante. As carteiras de criptomoedas são projetadas para proteger ativos digitais de todos os tipos de perigos. Enquanto o mercado está repleto de todos os tipos de produtos cripto, uma carteira air-gapped se destaca como uma solução altamente segura. Continue lendo para saber o que é uma carteira air-gapped, como ela funciona, as diferenças que ela tem em relação a outros tipos de carteiras, bem como os riscos e limitações associados a ela.

PUBLICIDADE

O que é uma carteira air-gapped?

Uma carteira air-gapped está desconectada da internet ou de qualquer outra rede, como Bluetooth, Wi-Fi ou NFC (comunicação de campo próximo). As opções mais sofisticadas até mesmo não suportam unidades USB. As carteiras de criptomoedas air-gapped oferecem um nível extra de proteção para usuários avançados de moedas digitais que desejam proteger seus ativos virtuais armazenando-os offline.

O termo “air-gapped” se refere ao conceito de criar uma barreira física entre a carteira e as conexões externas, como a internet ou outros dispositivos. Esse isolamento minimiza significativamente as possíveis vulnerabilidades que podem surgir de ameaças online. Isso torna uma opção robusta para manter os ativos de criptomoedas intactos.

PUBLICIDADE

Como funciona uma carteira offline?

 Uma carteira offline é uma forma segura de realizar transações enquanto permanece desconectado da internet e das comunicações sem fio. Ela funciona utilizando códigos QR escaneáveis ou cartões micro-SD para armazenar dados de transação.

Para fazer uma transação de Bitcoin com uma carteira offline, segue como funciona:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Passo 1: Configurando uma Transação Parcialmente Assinada de Bitcoin (PSBT)

Os usuários iniciam uma transação em um dispositivo online com uma carteira de Bitcoin, fornecendo o endereço do destinatário e a quantidade a ser enviada. No entanto, como o dispositivo online não possui a chave privada do usuário, ele não pode assinar completamente a transação. Em vez disso, é criada uma Transação Parcialmente Assinada de Bitcoin (PSBT), incluindo todos os detalhes da transação, exceto a assinatura digital.

Passo 2: Assinando a Transação

A transação não assinada é transferida para a carteira offline do usuário, escaneando um código QR ou usando um cartão micro-SD. No ambiente offline, a carteira offline, que possui a chave privada, assina a transação. É importante destacar que a carteira offline permanece desconectada da internet e das comunicações sem fio, garantindo a segurança da chave privada.

Passo 3: Divulgando a Transação

Uma vez que a transação está completamente assinada, ela é transferida de volta para o dispositivo online, seja por meio de um código QR ou um cartão micro-SD. O dispositivo online, então, divulga a transação assinada para a rede Bitcoin. Os mineradores processam e confirmam a transação, e ela é registrada no blockchain como qualquer outra transação.

Esse processo permite que os usuários realizem transações com segurança sem expor suas chaves privadas a possíveis ameaças online. As carteiras offline oferecem uma camada extra de proteção para transações de criptomoedas, tornando-as uma escolha popular para aqueles que valorizam a segurança.

Agora que você tem uma ideia de como uma carteira offline de criptomoedas funciona, talvez você queira saber como comprar Bitcoin no Brasil. Com a Changelly, o processo de compra de Bitcoin e altcoins é sempre fácil, porque essa plataforma de troca de criptomoedas é conhecida por suas taxas extremamente baixas, execuções instantâneas, ampla variedade de produtos de criptomoedas e medidas de segurança de nível bancário para transações.

Como é que uma carteira air-gapped difere das outras?

  • Armazenamento Offline. As carteiras air-gapped estão completamente offline, protegendo chaves privadas e informações sensíveis de ameaças online como hackers ou malware.
  • Segurança Aprimorada. As carteiras air-gapped fornecem uma camada extra de segurança ao armazenar chaves privadas e realizar transações offline, reduzindo o risco de acesso não autorizado e perda de fundos.
  • Isolamento Físico. As carteiras air-gapped são mantidas em dispositivos separados, isolando-as fisicamente de possíveis ataques de malware ou key-logging.
  • Funcionalidade Limitada. As carteiras air-gapped podem ter recursos limitados em comparação com outras carteiras, exigindo transferências manuais e verificação de saldo offline.
  • Armazenamento a Frio. As carteiras air-gapped são otimizadas para segurança de longo prazo e comumente usadas para armazenamento a frio de criptomoedas.
  • Maior Necessidade de Conhecimento Técnico. As carteiras air-gapped exigem mais conhecimento técnico para configuração e uso efetivo.
  • Conveniência Reduzida. As carteiras air-gapped podem ser menos convenientes de usar devido à natureza offline e aos processos manuais necessários.
  • Backup e Recuperação. Procedimentos de backup e recuperação são cruciais para as carteiras air-gapped, pois perder acesso ou esquecer a senha pode bloquear permanentemente os usuários de seus fundos.

Quais são os tipos comuns de wallets desplugadas?

Existem três principais tipos de wallets desplugadas que oferecem segurança aprimorada para armazenar chaves privadas de criptomoedas:

  • Wallets de hardware desplugadas. Esses dispositivos especializados foram projetados para armazenar chaves privadas offline. Equipados com visores e botões digitais, eles permitem que os usuários naveguem tranquilamente entre diferentes funções.
  • Wallets de computador desplugadas. Outra opção é transformar um computador pessoal em uma wallet desplugada. Para isso, o computador deve ser desconectado da internet e de todas as conexões sem fio. Slots de USB ou SD card podem ser usados para transferir transações parcialmente assinadas de Bitcoin (PSBT) para o computador, e transações assinadas podem ser movidas usando o mesmo meio para verificação na blockchain.
  • Wallets de smartphone desplugadas. Para maior conveniência, smartphones Android e iOS podem ser utilizados como wallets desplugadas. Ao redefinir o dispositivo para operar sem conexão com a internet, os usuários podem instalar software de wallet desplugada, normalmente através de um cartão Micro SD, para armazenar com segurança suas chaves privadas.

Quais são os riscos e limitações das carteiras offline?

Embora as carteiras offline ofereçam significativas vantagens de segurança, elas não estão completamente livres de riscos e limitações. Aqui estão alguns fatores a se considerar:

  • Vulnerabilidades físicas. Embora as carteiras offline protejam contra ameaças online, elas ainda estão expostas a riscos físicos. Isso inclui roubo, perda, danos ou até mesmo destruição do dispositivo de hardware ou da carteira de papel. Os usuários devem tomar precauções apropriadas para proteger sua carteira offline.
  • Funcionalidade limitada. As carteiras offline são principalmente projetadas para armazenamento e não oferecem funcionalidade extensa em comparação com carteiras de software ou web. Os usuários não podem usar as carteiras offline diretamente para interagir com aplicativos descentralizados ou participar de atividades como staking, yield farming ou empréstimos.
  • Erro humano. Como em qualquer processo manual, sempre há o risco de erro humano. Os usuários devem ter cuidado ao realizar transações, garantindo que verifiquem e aprovem cada etapa com precisão para evitar possíveis erros ou perda de fundos.
  • Não é totalmente infalível. Uma grande desvantagem dessas carteiras é que elas não possuem segurança infalível. Para concluir uma transação, os usuários precisam se conectar a uma plataforma online usando cartões SD ou QR codes. Esse curto período de conectividade à internet os expõe aos mesmos riscos que eles pretendem proteger.

Uma carteira offline é a melhor opção para criptomoedas?

As carteiras offline são, sem dúvida, o método mais seguro de armazenar criptomoedas. No entanto, elas exigem um certo nível de expertise na manipulação de transações parcialmente assinadas e na gestão eficaz das chaves privadas. Consequentemente, para iniciantes que procuram uma solução de armazenamento de criptomoedas fácil de usar, as carteiras offline podem não ser a escolha mais adequada.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE