Vamos

O movimento “humanizar a saúde em Coimbra” traz a “arte” aos cuidados intensivos

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 19-05-2024

O “Movimento Humanizar a Saúde em Coimbra” têm organizado periodicamente um conjunto de atividades sob a designação genérica de “Humanizar com Arte”. A próxima sessão denomina-se “A Arte de Humanizar em Cuidados Intensivos” e ocorrerá a 3 de junho de 2024, no Seminário Maior de Coimbra, pelas 21:00.

PUBLICIDADE

Nesta Sessão serão apresentados e discutidos exemplos de humanização de cuidados em UCIs (de adultos e pediátricas) e contará com as intervenções de Alexandra Dinis (médica pediatra), Joana Carrington Queiró (médica), Liliana Costa Marques (testemunho pessoal) e Maria Helena Dias Pires (enfermeira). A moderação estará a cargo  de Paulo Martins (médico).

As Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) caracterizam-se pela sua acentuada diferenciação tecnológica, pela constante monitorização das funções vitais e pela complexidade dos tratamentos administrados a doentes críticos. Tudo isto é vivido em ambiente de grande intensidade emocional pelos doentes, familiares e profissionais, correndo-se um risco real de despersonalização do doente em tratamento.

PUBLICIDADE

O projeto “A Arte de Humanizar”, refere-se às atitudes assumidas na UCI para garantir que cada corpo em tratamento é permanentemente considerado não só como uma estrutura orgânica doente mas, acima de tudo, como um corpo que pertence a uma pessoa detentora da sua dignidade, individualidade, sensibilidade e com características próprias.

O “Movimento Humanizar a Saúde em Coimbra” é um movimento de intervenção cívica, constituído por personalidades de Coimbra preocupadas com a humanização dos cuidados de saúde prestados na cidade, e tem como propósito promover a sua melhoria através de múltiplas iniciativas.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE