Coimbra

Nudez nas artes cénicas debatida no TAGV

Notícias de Coimbra | 6 anos atrás em 19-06-2018

O Teatro Académico Gil Vicente (TAGV), de Coimbra, recebe o primeiro encontro do Colóquio Internacional “O corpo nu nas artes cénicas: perspetivas trans-históricas e críticas”, que vai decorrer entre quarta e sexta-feira, foi hoje anunciado.

PUBLICIDADE

O encontro reúne três grupos de investigação em estudos de teatro e estudos interdisciplinares: Centro de Estudos Interdisciplinares da Universidade de Coimbra, Centro de Estudos de Teatro da Universidade de Lisboa e o Instituto de Pesquisa em Estudos Teatrais da Universidade de Sorbonne Paris 3.

PUBLICIDADE

Segundo o diretor do TAGV, o evento conta com 12 investigadores franceses e outros tantos portugueses, que se vão encontrar “para debater, mostrar, refletir, conversar e ver espetáculos relacionados com o tema, que aparentemente tem muito a ver com modos de criação e da presença do corpo na criação contemporânea – na dança, no teatro e na performance”.

“O objetivo é interrogar a nudez dos corpos em cena e pensar as várias genealogias do nu na história humana no que diz respeito às artes performativas, recuperando-as desde o teatro antigo até agora”, explicou Fernando Matos Oliveira.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O mesmo responsável acrescentou que se pretende transpor, “fundamentalmente, o modo e os significado que a tradição do corpo nu tem ao longo dos séculos nos espetáculos e como esse sentido se vai transformando ao longo do tempo até ao modo contemporâneo”.

“Trata-se fundamentalmente de nos interrogarmos juntos sobre a nossa forma de pensar a nudez, sobre as ferramentas conceptuais mobilizadas por uns e por outros, em função do período e do corpus estudado”, acrescenta uma nota do TAGV.

O Colóquio Internacional “O corpo nu nas artes cénicas: perspetivas trans-históricas e críticas” cruza apresentações, oficinas de trabalho, debates e espetáculos, na quinta e sexta-feira, com Sónia Batista e Vera Mantero, respetivamente.

“Um dos polos fundamentais que um teatro universitário pode ter é fazer esta aproximação entre a investigação, pesquisa e a criação contemporânea, permitindo ao público assistir aos espetáculos e participar no debate sobre os espetáculos com os seus encenadores e recriadores”, frisou o diretor do TAGV.

Cada sessão do colóquio, concebida como um atelier, será seguida de um tempo de discussão e de reflexão “de teor metacrítico, sendo que um dos objetivos principais do encontro “consiste precisamente na apresentação de perspetivas operativas e inovadoras de análise desta questão complexa”.

O segundo momento deste colóquio decorre em 2019, em Paris.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE