Cidade

Novo programa da Antena 2 revela estátua em tamanho natural da Rainha Santa

Notícias de Coimbra | 11 anos atrás em 28-10-2013

 “Histórias de Portugal” é o nome do novo programa da rádio Antena 2 dedicado à Idade Média, que divulgará o paradeiro de uma estátua, em tamanho natural, da Rainha Santa e a vida da poderosa irmã de D. Dinis.

PUBLICIDADE

O programa, que começa no dia 02 de novembro, pelas 13:00, vai ter 13 emissões, ao longo das quais se relatam episódios e acontecimentos da Idade Média relacionados com o reino português, mas também com os de Aragão, Castela e Leão. Com duração de uma hora, os programas da autoria de Virgínia da Silva Veiga, fundamentam-se em fontes coevas, documentais ou iconográficas.

Em declarações à agência Lusa, a historiadora afirmou ser também seu intuito “promover o orgulho em Portugal e em ser português, contribuir para o gosto por um passado por vezes surpreendente”. “Portugal tem que recuperar o orgulho”, acrescentou.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O alinhamento inclui dois programas especificamente votados à Rainha Santa Isabel revelando a autora, com base em fontes cronísticas, iconográficas e recurso à geometria, “como era o autêntico aspeto físico da mulher de D. Dinis”.

PUBLICIDADE

Segundo Virgínia da Silva Veiga, no Museu da Catedral de Santiago de Compostela encontra-se uma Senhora do Ó, oferecida por esta rainha, cerca de 1325, com a figura da própria em tamanho natural.

“A Senhora do Ó do Museu da Catedral de Santiago de Compostela tem sensivelmente a mesma altura que a abertura do túmulo revelou ser a de Isabel de Aragão, rondando o metro e setenta, considerada a inclinação típica destas representações, e por isso pode dizer-se que este museu possui a única verdadeira estátua de Santa Isabel em corpo inteiro”, sublinhou.

A fundamentação deste raciocínio só poderá ser exposta no final de novembro, “por o trabalho fazer simultaneamente parte de uma prova de acesso ao grau de mestre em Estudos Medievais da Faculdade de Letras da Universidade do Porto”.

Quatro das 13 emissões do programa vão abordar também os reinos de Espanha, debruçarem sobre “El Libro de la Coronación”, um manual escrito no século XIV, hoje acervo da Biblioteca de El Escorial, executado com destino à coroação de Afonso XI de Castela, elaborado por um bispo de Coimbra, sobre D. Branca Afonso, irmã de Dinis, senhora do mosteiro de Santa Maria de Las Huelgas, de Burgos, dona da vila de Briviesca e de salinas em Anaña, Poza e Atienza, entre outras.

“Muito culta, uma surpreendente administradora, a poderosa irmã de D. Dinis foi mãe solteira e a série de programas termina exatamente com o que foi possível descobrir sobre o seu filho, D. Juan Núñez de Prado, o qual foi mestre da importante Ordem de Calatrava tendo protagonizado o mais conhecido cisma desta ordem religiosa e militar na segunda metade do século XIV”, adiantou.

“Para se ter uma ideia das qualidades desta Infanta, filha de D. Afonso III, basta recordar ter sido ela quem mandou amuralhar a vila de Briviesca cujo foro da sua responsabilidade ainda hoje é estudado como fonte de Direito”, assinalou.

As emissões vão focar como era a orla marítima em tempos medievais, por onde andavam mar e rios, abordando localidades hoje votadas ao anonimato “onde pode estar enterrada muita a História a descobrir, de que é exemplo de São Pedro de Rates e particularmente de Soza, em Vagos, outrora capital do antiquíssimo culto de Santa Maria de Rocamador, a virgem negra dos Pirenéus”.

Advogada em Aveiro e no Porto, Virgínia da Silva Veiga foi fotógrafa e jornalista, sendo pós-graduada em História Medieval e do Renascimento pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE