Conecte-se connosco

Crimes

Notas de euro falsas atingem nível historicamente baixo

Publicado

em

Cerca de 347.000 notas de euro falsas foram retiradas de circulação em 2021, menos 24,5% do que em 2020 e um nível historicamente baixo face às notas em circulação, anunciou hoje o Banco Central Europeu (BCE).

Num comunicado hoje divulgado, o BCE precisa que cerca de dois terços do total de notas falsas retiradas de circulação foram notas de 20 e 50 euros e que 95,4% das notas contrafeitas foram encontradas em países da zona euro, enquanto 4,2% em Estados-membros da UE não pertencentes à zona euro e 0,4% em outras partes do mundo.

“Existe pouca probabilidade de receber uma contrafação, uma vez que o número de contrafações continua a ser muito baixo em proporção ao número de notas de euro genuínas em circulação”, afirma o BCE, precisando que em 2021 foram detetadas 12 contrafações por um milhão de notas genuínas em circulação, o que constitui um nível historicamente baixo.

As reproduções de baixa qualidade são continuamente retiradas de circulação e as contrafações são fáceis de detetar, pois não possuem elementos de segurança, ou apenas imitam muito mal as notas, afirma o BCE, assegurando que as notas de euro continuam a ser um meio de pagamento seguro e de confiança e assegura que a autenticidade das notas de euro pode ser verificada utilizando o método “sentir, olhar e inclinar”.

“O público não precisa de se preocupar com as contrafações, mas deve, no entanto, permanecer vigilante”, alerta o BCE.

“Se receber uma nota suspeita, compare-a diretamente com uma que saiba ser genuína. Se as suas suspeitas forem confirmadas, contacte a polícia ou – dependendo da prática nacional – o seu banco central nacional ou o seu próprio banco comercial ou de retalho”, aconselha o BCE.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link