Vamos

“No turismo, nada pode ser feito sem as pessoas”

António Alves | 9 meses atrás em 27-09-2023

O formador na área do Turismo, Armando Carvalho, defendeu esta quarta-feira, 27 de setembro, em Coimbra que todos os projetos ligados ao turismo devem ter sempre em conta “as pessoas”. “São elas que se podem tornar os nossos principais embaixadores junto dos turistas”, frisou.

PUBLICIDADE

Na mesa redonda promovida pelo município de Coimbra, e que assinalou o Dia Mundial do Turismo no Convento São Francisco, o responsável pela intervenção que deu origem à Rede das Aldeias do Xisto reconheceu a importância deste trabalho de proximidade, de forma a que não se assista a movimentos de contestação como aqueles que já começam a nascer em cidades como Lisboa e Porto.

António Fontes, especialista em planeamento e estratégia turística, disse que é necessário ter uma atitude antecipadora em relação a esta mudança de paradigma e que pode fazer mudar “o vento de bonança” que agora existe no território. Na sua intervenção, defendeu ainda a criação de produtos turísticos para a população sénior, antecipando dessa forma “a tendência futura” daqueles que serão um dos principais visitantes nos territórios.

PUBLICIDADE

Elisabeth Kastenholz, docente do Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e Turismo da Universidade de Aveiro, confirmou que é necessário olhar para o futuro, elegendo o turismo sénior e de saúde como uma das principais áreas onde devem ser encontradas soluções. O objetivo, como especificou, passa por permitir a estes turistas “uma vivência prolongada e de qualidade” no território escolhido.

“A estratégia de desenvolvimento turístico de Coimbra” foi o tema da mesa redonda promovida pelo Município de Coimbra no âmbito do Dia Mundial de Turismo. A iniciativa inseriu-se no dia 1 do Coimbra Invest Summit que decorre entre 27 e 29 de setembro no Convento São Francisco.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE