Conecte-se connosco

Economia

NERC formaliza adesão à CCP

Publicado

em

A NERC – Associação Empresarial da Região de Coimbra formalizou no dia 23 de maio, a adesão à CCP – Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, no âmbito de um encontro de comerciantes e outros empresários do setor do comércio e serviços da região com o presidente da CCP no Café Santa Cruz.

nerc

Através da adesão à CCP – Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, a NERC assume um novo papel de apoio a empresas e empresários de acordo com a dinâmica do associativismo e do empreendedorismo no comércio e nos serviços, bem como pelo contributo enquanto representante do apelo dos comerciantes da região enquanto competência de concertação social visando a promoção do diálogo social e a negociação entre o Governo e os Parceiros Sociais.

“A CCP tem representações em vários pontos do país e com a adesão da NERC também Coimbra passa ter uma voz de ação e representação do comércio e serviços em organismos nacionais e internacionais”, o líder da CCP, João Vieira Lopes, que na ocasião se fez acompanhar pelo vice-presidente, Vasco de Mello.

Segundo Horácio Pina Prata, presidente da NERC – Associação Empresarial da Região de Coimbra, “este reconhecimento da NERC enquanto interlocutora da CCP para a Região de Coimbra irá potenciar o apoio às empresas do comércio e serviços desta região, pelo que apelo desde já a todas as empresas da região para se associarem porque ‘juntos somos mais fortes’ perante os desafios”. À iniciativa acorreram comerciantes da região que, em discurso direto com o presidente da CCP, apelaram a um maior apoio e envolvência da confederação enquanto representante dos setores do comércio e serviços.

Luís Quintãs, proprietário de uma loja de antiguidades na Baixa de Coimbra, chamou à atenção do presidente da CCP para a questão do subsídio de desemprego para empresários do setor comércio, cuja lei barra de forma ilógica as atividades em fase de insolvência pela existência de dívidas.

No fim da sessão, João Vieira Lopes deixou uma palavra de garantia aos comerciantes na medida em que “é importante as empresas e empresários se associarem a entidades que lhes possam dar voz”, com a certeza de que “a CCP está a trabalhar para levar ao atual Governo os problemas que nos são apresentados e, acima de tudo, procurar as devidas respostas para os mesmos”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com