Mundo

Mulher desaparecida em 2014 encontrada morta numa “caixa de madeira” que estava “dentro de uma parede”

NOTÍCIAS DE COIMBRA | 1 ano atrás em 07-06-2023

Uma mulher foi dada como desaparecida no ano de 2014, em Málaga, Espanha, quando tinha 22 anos. Passados cerca de 10 anos, o corpo foi descoberto, bem como o culpado da sua morte.

PUBLICIDADE

O ex-companheiro da desaparecida foi detido e confessou ser o culpado pela morte e pela ocultação do cadáver. A jovem tinha origens na Albânia, mas tinha nacionalidade italiana. Mudou-se para um apartamento com o seu namorado da época, em 2011. Três anos depois, a rapariga foi dada como desaparecida, pouco tempo depois de terminar o relacionamento com o homem de 45 anos.

A 27 de maio, o suspeito é detido pelas autoridades após esfaquear uma mulher, de 28 anos, com quem tinha mantido uma relação. O alerta foi dado por vizinhos, porém, quando chegaram ao local, a vítima foi encontrada sem vida, de acordo com o El País.

PUBLICIDADE

O homem acabou por fugir do local do crime, mas foi encontrado e detido horas depois. Quando foi interrogado pela polícia, confessou ser também o autor do crime de 2014 e contou os detalhes do que tinha feito para esconder o corpo da ex-companheira.

Os restos mortais de Sibora foram encontrados, na terça-feira, 6 de junho, pelos membros da Unidade de Crimes Violentos e Especializados da Polícia Nacional, numa caixa de madeira, que foi escondida pelo criminoso dentro de uma parede do sótão onde morava com a vítima na altura do crime.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE