O Sexo e a Cidade

MORTE DE SARA CARREIRA CHEGA A JULGAMENTO. PAI TONY QUER OUVIR “ALGUMAS VERDADES”

O SEXO E A CIDADE - Opinião | Satírico, Sarcástico e Humorístico | 6 meses atrás em 21-10-2023

O cantor Tony Carreira vai marcar presença na primeira sessão do julgamento relativo ao acidente que provocou a morte da filha Sara Carreira. Ivo Lucas, Cristina Branco e Paulo Neves são acusados do crime de homicídio e Tiago Pacheco vai responder por condução perigosa.

PUBLICIDADE

Em declarações à revista Vidas, o cantor confirmou a presença no primeiro dia do julgamento que arranca no dia 24 de outubro no Tribunal de Santarém. “Sei que não vai mudar absolutamente nada, mas vou lá estar só para ouvir”, referiu, frisando de seguida que não irá “com espírito de vingança”. “Só espero ouvir algumas verdades que me confortem e nada mais. Só espero que toda a gente saia em liberdade com a sua consciência e siga em frente”, acrescentou.

O cantor e ator Ivo Lucas deve prestar declarações ao presidente do coletivo, tendo solicitado ao juiz para não estar presente na sala de audiências. Desta forma, o condutor da viatura onde seguia Sara Carreira irá falar através de vídeoconferência.

PUBLICIDADE

publicidade

Recorde-se que, em dezembro de 2020, um acidente na A1 provocou a morte de Sara Carreira, que seguia num carro conduzido por Ivo Lucas. Nesse dia, ao final da tarde, Paulo Neves circulava a cerca de 30 quilómetros por hora, velocidade inferior à mínima permitida por lei, que é de 50 quilómetros por hora. E, além da velocidade, conduzia sob o efeito de álcool.

A cantora Cristina Branco, que seguia com a filha noutro carro, acabou por embater no carro de Paulo Neves e ficou parada na faixa central da autoestrada. Acendeu as luzes que indicam perigo e saiu do carro, com a filha, sem colocar o triângulo na estrada.

PUBLICIDADE

Foi então que Ivo Lucas não terá conseguido desviar-se do automóvel de Cristina Branco, capotando várias vezes. Tiago Pacheco, que seguia em excesso de velocidade, acabou por bater também no carro onde seguia Ivo Lucas e Sara Carreira. Segundo a acusação do MP, Tiago Pacheco não terá reduzido a velocidade, mesmo depois de se aperceber do acidente.

O Ministério Público acusou a cantora Cristina Branco e o ator Ivo Lucas de homicídio por negligência. Já Paulo Neves, que conduzia a uma velocidade abaixo do permitido pela lei, foi acusado pelo Ministério Público de um crime de condução perigosa e três contraordenações ao Código da Estrada e Tiago Pacheco foi também acusado do crime de condução perigosa e duas contraordenações.

Para além de 24 de outubro, já estão agendadas sessões para os dias 25 e 27 de outubro no Tribunal de Santarém.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE