Conecte-se connosco

Desporto

Morreu Frank Williams, fundador da escuderia Williams de Fórmula 1

Publicado

em

O britânico Frank Williams, fundador da escuderia Williams que compete no Mundial de Fórmula 1, morreu hoje, aos 79 anos, anunciou a equipa britânica.

Francis Owen Garbatt Williams, mais conhecido por Frank Williams, “foi uma lenda e um ícone do nosso desporto”, escreveu a equipa, em comunicado.

“A sua morte marca o final de uma era para a nossa equipa e para a Fórmula 1. Foi um verdadeiro pioneiro. Levou a nossa equipa a conquistar 16 Campeonatos do Mundo transformando-nos numa das equipas de maior sucesso na história deste desporto”, lê-se ainda.

Sir Frank Williams morreu hoje num hospital britânico, “onde deu entrada na sexta-feira, rodeado da sua família”, explicou o comunicado da equipa.

A Williams foi fundada em 1975 por Frank Williams e Patrick Head, tendo conquistado o primeiro título mundial quatro anos depois, com o piloto Allan Jones.

Por lá passaram alguns dos melhores pilotos da história da Fórmula 1, como Nigel Mansell, Ayrton Senna, Alain Prost ou Nelson Piquet.

Frank Williams foi armado cavaleiro pela rainha Isabel II (Sir) em 1986, ano em que sofreu um acidente de viação que o deixou preso a uma cadeira de rodas.

Um acidente que não o impediu de ter comandado os destinos da equipa até 2013, ano em que a filha, Claire, assumiu a vice-presidência da escuderia.

Em 2020, a Williams Racing acabaria vendida ao fundo Dorilton Capital.

O presidente da F1, o italiano Stefano Domenicali, frisou que Frank Williams “foi um verdadeiro gigante” do desporto, que “superou os desafios mais difíceis da sua vida e lutou todos os dias para ganhar dentro e fora de pista”.

“Perdemos um membro muito querido e respeitado da família F1 e sentiremos muito a sua falta”, disse ainda o italiano.

A Williams Racing venceu sete títulos de pilotos (1980, 1982, 1987, 1992, 1993, 1996 e 1997) e nove de construtores (1980, 1981, 1986, 1987, 1992, 1993, 1994, 1996 e 1997).

Soma 761 Grandes Prémios com 114 vitórias conquistadas.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link