Assinaturas NDC

Apoie a nossa missão. Assine o Notícias de Coimbra

Mais tarde

Desporto

Morgado passa a Vilela ou a Matias?

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 02-12-2013

 A segunda volta das eleições para a Associação Académica de Coimbra (AAC) decorre hoje e terça-feira, com os estudantes a escolherem entre Samuel Vilela, da lista A, e Bruno Matias, da lista T, que encabeçam os dois projetos mais votados.

PUBLICIDADE

Samuel Vilela, doutorando na Faculdade de Economia, venceu a primeira volta das eleições para a Associação Académica de Coimbra (AAC), realizadas a 25 e 26 de novembro, com 45% dos votos, sendo realizada uma segunda volta por não ter conseguido maioria absoluta.

A segunda lista mais votada, encabeçada por Bruno Matias, estudante de Direito, conseguiu arrecadar cerca de 42% dos votos totais, havendo uma diferença de 254 votos entre as duas listas.

Na primeira volta, votaram, no total, 9.388 estudantes, num universo de cerca de 23 mil, e a taxa de abstenção ficou abaixo da registada no ano passado, em que apenas votaram 4.926 alunos.

As duas listas que disputam a segunda volta foram também os projetos que mais gastaram em campanha, segundo o relatório de contas apresentado ao conselho fiscal, representando cerca de 92% dos gastos de campanha das quatro listas.

A lista A apresentou despesas de 5.143 euros e a lista T 5.651 euros.

Samuel Vilela, aquando do resultado da primeira volta, afirmou à agência Lusa estar “satisfeito com o resultado” geral, revelando estar “confiante em vencer a segunda volta”.

Bruno Matias referiu, na altura, que o resultado é “quase um empate técnico”, considerando que as “perspetivas são boas” para a segunda volta.

As duas listas defendem a redução gradual da propina, uma melhor ação social no ensino superior e o combate à falta de liquidez da AAC.

Samuel Vilela pretende que “grandes propostas” por parte da AAC sejam decididas “numa espécie de referendo”, considerando que é necessário melhorar “a imagem e a credibilidade” da Academia para combater o afastamento da comunidade estudantil.

A lista T, de Bruno Matias, também considerou que é preciso “melhorar a aproximação à sociedade civil”, pretendendo criar “uma mascote da AAC”, distribuída em grandes superfícies, de forma a “expandir a marca, com as receitas a serem remetidas para os serviços de ação social”.

Os dois candidatos procuram suceder a Ricardo Morgado na presidência da direção-geral da Associação Académica de Coimbra, que termina em janeiro o seu segundo mandato.

As 24 urnas distribuídas pelos três polos da Universidade de Coimbra estarão abertas das 09:00 até às 19:00, havendo também a possibilidade de voto na sala de estudo do edifício da AAC, entre as 21:00 e as 24:00.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com