Conecte-se connosco

Região

Montemor-o-Velho: Associação Filarmónica 25 de Setembro celebrou o 130º aniversário

Publicado

em

O fim de semana foi de festa para a Associação Filarmónica 25 de Setembro. Amigos e entidades marcaram presença nos diversos momentos que assinalaram os 130 anos da instituição montemorense.

Com palavras de reconhecimento a todos os que, diariamente, dão vida à Associação Filarmónica 25 de Setembro, o chefe do Gabinete do presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho aludiu ao papel das bandas filarmónicas como “centros de socialização interrelacionais juntando, avós, pais e netos”. Na sessão solene comemorativa do 130º aniversário da associação Montemorense, Nuno Gonçalves reforçou que “as filarmónicas são centros de igualdade e de voluntariado e, por essa razão, são escolas de democracia”.

Salientando a “forte ligação à vida comunitária e à memória coletiva”, Nuno Gonçalves destacou o importante papel das bandas filarmónicas enquanto centros de ensino da música, sendo, muitas vezes, “o ponto de partida na formação musical dos nossos jovens, permitindo, por isso, que muitos possam ter percursos profissionais, em bandas militares, formação clássica ou jazz”.

Na ocasião, o presidente da direção da 25 de Setembro, Joaquim Fabrício manifestou alguma preocupação “com a falta de jovens nas estruturas associativas” e aproveitou o momento para agradecer “o apoio fundamental dado pela Câmara Municipal e pela União de Freguesias de Montemor-o-Velho durante a pandemia, permitindo que a Associação tivesse conseguido manter-se de portas abertas”.

No decorrer da sessão solene foi ainda atribuído um voto de louvor a António Maia Correia pelos seus 52 anos de dedicação ininterrupta à 25 de Setembro.

A par do almoço de confraternização que contou com a presença do vereador Décio Matias, o programa do 130º aniversário teve também como momentos altos o concerto por um tempo de paz, realizado na Igreja da Misericórdia, com a participação do coro de Santo Agostinho da Igreja de Santa Cruz (Coimbra), a cerimónia em memória dos músicos e sócios falecidos e a arruada pelas principais ruas da vila de Montemor-o-Velho.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com