Conecte-se connosco

Política

Mónica Quintela assume “sério compromisso de ser a voz de Coimbra na Assembleia da República” (com vídeos)

Publicado

em

O Partido Social Democrata (PSD) apresentou hoje os candidatos a deputados pelo círculo de Coimbra, nas próximas eleições legislativas, numa sessão que encheu o Café Santa Cruz. Num discurso de meia hora, a cabeça de lista, Mónica Quintela, assumiu “o sério compromisso de ser a voz do distrito de Coimbra na Assembleia da República”, apontando críticas à governação do Partido Socialista (PS).

“Contarão connosco para pôr outra vez Coimbra no mapa”, disse a candidata, numa intervenção que deu destaque a temas como a “coesão territorial, obras estruturais e estruturantes para o distrito”, mas também a saúde, a educação e a economia.

“É urgente a construção da nova maternidade em Coimbra”, afirmou a deputada, apelando também à “recuperação de valências do Hospital dos Covões”. Foi, aliás, no tema Saúde que a candidata mais farpas lançou à oposição. Não estivesse do outro lado da barricada a Ministra da Saúde, Marta Temido, que encabeça a lista de Coimbra pelo PS. “Temos macas amontoadas no CHUC [Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra] de um lado, e do outro o Hospital dos Covões a perder valências. Não é assim que se faz uma gestão da saúde”, afirmou. “O CHUC está a perder valências e competências, não tardará a transformar-se num hospital distrital”, avisou.

Lembrando que “o interior não fica assim tão longe”, Mónica Quintela defendeu que “são necessários critérios de fixação e incentivos no interior” e a promoção das acessibilidades, nomeadamente no que se refere ao IP3, à Estrada Nacional 342 e à 109, bem como à Nacional 2.

“É necessário descentralizar a favor da coesão territorial e da sobrevivência do nosso território”, sublinhou recordando “que o PSD apresentou uma iniciativa legislativa para que a sede do Tribunal Constitucional, o Supremo Tribunal Administrativo e a Entidade das Contas e Financiamento dos Partidos viessem para Coimbra. “Astuciosamente e de uma forma ardilosa, na campanha para as autárquicas, o PS absteve-se na votação na generalidade quando foram votados estes diplomas, passada a campanha eleitoral, e quando se tratou de efetivamente se chegar à frente, o PS votou contra, juntamente com os partidos de esquerda chumbando na votação final a vinda destas entidades para a cidade”, vincou a candidata deixando “o firme compromisso e a firme promessa de renovar estas iniciativas legislativas para que possam ser transferidas estas entidades para Coimbra”.

A apresentação dos candidatos foi feita pelo mandatário Manuel Costa Andrade que considerou esta uma “lista de excelência, bem constituída”, chamando para si a capacidade de ser “avalista de candidatos” pelo percurso que fez no PSD.

Veja a o direto NDC com Mónica Quintela:

Veja o direto NDC com a intervenção na íntegra da candidata pelo PSD:

Veja e intervenção de Manuel Costa Andrade, mandatário da candidatura:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link