Conecte-se connosco

Política

Ministro da Administração Interna: Portugal é “referência europeia” no combate à pandemia de covid-19

Publicado

em

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, destacou hoje que Portugal “é visto como uma referência europeia” no combate à pandemia de covid-19, graças às “medidas concretas” adotadas pelo Governo, que fazem “a diferença”.

“Essa é a principal mensagem. Portugal, com o que tem feito desde janeiro, é visto hoje como uma referência europeia”, afirmou o governante, numa conversa com militares da GNR e com o presidente da Câmara de Odemira, num dos pontos de passagem da cerca sanitária neste concelho.

Este desempenho nacional no combate à covid-19 não é só de hoje, mas vem desde há semanas e faz de Portugal o país “com melhores resultados na resposta à pandemia em toda a Europa”, frisou o ministro.

“Isso não aconteceu por acaso”, mas sim “com muito trabalho de muita gente, na área da saúde, mas também na área da segurança interna” e noutros setores, assim como devido ao “papel dos cidadãos”, elogiou.

Mas, sobretudo, “com medidas concretas”, porque “isso é que faz a diferença”, vincou.

Segundo Eduardo Cabrita, são estas medidas e resultados que permitirão ”termos, na sexta-feira, uma cimeira social, no Porto”.

“E, na semana seguinte”, mais precisamente na terça-feira, vai decorrer em Lisboa “uma reunião sobre migrações”, com “mais de uma dezena de ministros do Interior, quer da União Europeia, quer de países do norte de África”, revelou.

O ministro da Administração deslocou-se hoje a Odemira (Beja), onde o Governo decretou uma cerca sanitária nas freguesias de São Teotónio e Longueira-Almograve, devido à elevada incidência de casos de covid-19, sobretudo em trabalhadores agrícolas, muitos deles migrantes.

O acompanhamento da ação de fiscalização da GNR num dos pontos da cerca sanitária antecedeu a sua participação na reunião de hoje da ‘task force’ do concelho criada pelo Governo para operacionalizar e implementar ações de controlo e prevenção da pandemia.

Também a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, participa na mesma reunião.

O Governo decidiu decretar uma cerca sanitária a duas das 13 freguesias do concelho de Odemira, devido à covid-19, anunciou na quinta-feira o primeiro-ministro.

António Costa sublinhou que “alguma população vive em situações de insalubridade habitacional inadmissível, com hipersobrelotação das habitações”, relatando situações de “risco enorme para a saúde pública, para além de uma violação gritante dos direitos humanos”.

Segundo o mais recente boletim epidemiológico de Odemira, divulgado na segunda-feira pelo município alentejano com dados relativos a domingo, o concelho tinha 45 casos ativos de covid-19 (tinha 80 no boletim de sexta-feira).

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.214.644 mortos no mundo, resultantes de mais de 153,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.977 pessoas dos 837.457 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com