Portugal

Milhares abandonam Parque Tejo deixando lixo para trás

Notícias de Coimbra com Lusa | 4 meses atrás em 06-08-2023

 Cerca de uma hora depois de terminar a missa final da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Lisboa, milhares de pessoas já abandonaram o Parque Tejo, deixando para trás um rasto de lixo.

PUBLICIDADE

publicidade

A agência Lusa percorreu uma parte do relvado do setor A do recinto onde decorreu a missa presidida pelo Papa Francisco, tendo encontrado lixo no chão nas zonas de clareira.

PUBLICIDADE

Milhares de peregrinos continuam no recinto à espera que a ‘enchente’ passe, enquanto outros levaram os seus sacos cama e pertences, mas deixaram para trás garrafas de plástico e outro lixo.

PUBLICIDADE

Maria Côrte Real e José Maria Branco estavam ainda sentados no relvado, pouco depois das 11:30, “à espera que a confusão passe”.

Em declarações à agência Lusa, Maria salientou que o único problema que constata no local, e que “não tem a ver com a organização”, é o lixo que se vai acumulando no relvado.

PUBLICIDADE

“Por exemplo, nós trouxemos dois sacos de plástico para levarmos o nosso lixo”, disse Maria, atribuindo a responsabilidade aos peregrinos que não tiveram esse cuidado.

Já sobre a missa final de hoje, ambos teceram rasgados elogios, mas Maria sublinhou que o seu momento preferido foi o da vigília, realizada na noite de sábado.

Por seu turno, José Maria considerou que o Papa Francisco é reconhecido por “uma catequese forte e muito objetiva”, argumentando que transmite as suas mensagens “por palavras acessíveis a todos”.

Milhares de jovens peregrinos começaram hoje a deixar o Parque Tejo, em Lisboa, ainda antes de terminar a missa final da Jornada Mundial de Juventude (JMJ), cerca das 10:30.

As pessoas dirigiram-se para o parque onde estão os autocarros, de onde vão partir.

A JMJ termina hoje em Lisboa, com um encontro do Papa com voluntários da jornada.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE