Conecte-se connosco

Política

Miguel Baptista recandidata-se pelo PS para desenvolvimento sustentável de Miranda do Corvo

Publicado

em

O presidente da Câmara de Miranda do Corvo, Miguel Baptista, vai disputar um terceiro mandato pelo PS nas próximas eleições autárquicas com um projeto que aposta no “desenvolvimento sustentável”.

Em declarações à agência Lusa, Miguel Baptista, professor do ensino superior, de 51 anos, adiantou que, se for reeleito para o cargo, pretende “manter uma gestão municipal justa, rigorosa e transparente”.

A escolha do seu nome para encabeçar a candidatura do PS à Câmara de Miranda do Corvo foi aprovada por unanimidade pela Comissão Política Concelhia do partido, presidida por José Mário Gama, em 27 de março, tendo sido depois confirmada pela Federação de Coimbra, liderada por Nuno Moita da Costa, presidente da Câmara de Condeixa-a-Nova.

“Queremos continuar uma gestão que contribua para o desenvolvimento sustentável do concelho, para a valorização integrada de todos os recursos e para o bem-estar de todos os mirandenses”, afirmou.

Miguel Baptista salientou a importância de o próximo executivo municipal prosseguir uma governação que valorize “o desenvolvimento económico, social e ambiental” do concelho, no distrito de Coimbra.

Licenciado em Engenharia Civil pela Universidade de Coimbra (UC) (1993), o candidato socialista tem igualmente, em termos académicos, uma pós-graduação em Infraestruturas Viárias e Transportes em Meio Urbano (1995), o mestrado em Engenharia Civil, com especialização em Engenharia Urbana (1999) e o doutoramento na área do Urbanismo, Ordenamento do Território e Transportes (2007).

Na UC, foi monitor do Departamento de Engenharia Civil, entre 1992 e 1994, ano em que assumiu funções de professor do quadro do Instituto Superior Politécnico de Viseu, onde, além de outras responsabilidades, foi diretor do curso de Engenharia Civil e diretor do Laboratório de Transportes e Vias de Comunicação.

Antes de ser eleito pela primeira vez presidente da Câmara de Miranda do Corvo, exerceu o cargo de vereador da oposição sem pelouros, de 2009 a 2013, após ter integrado a Assembleia Municipal no mandato de 2005 a 2009.

Liderou a Comissão Política Concelhia do PS durante 10 anos, de 2008 a 2018.

Nas eleições autárquicas de 2017, os socialistas mantiveram a hegemonia política no concelho, conquistando quatro dos sete mandatos no executivo municipal, cabendo os três restantes ao PSD.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com