Conecte-se connosco

Coimbra

Mesa da Bairrada ao Mondego precisa do seu voto para ser uma das 7 Maravilhas à Mesa

Publicado

 

em

A AD ELO – Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego e os municípios de Cantanhede, Figueira da Foz, Mealhada, Mira, Montemor-o-Velho e Penacova sentaram-se à “Mesa da Bairrada ao Mondego” para concorrer às “7 Maravilhas à Mesa”, concurso televisivo da RTP 1.

Sardinha na Telha (petiscos), Arroz (Carolino do Baixo Mondego) de Lampreia (peixe e mariscos), Leitão à Bairrada (carne e caça), Espumante Branco Bruto Marquês de Marialva Baga Blanc de Noir 2015 (espumantes), Vinho Tinto Marquês de Marialva Baga Reserva 2014 (tintos), Castelo de Montemor-o-Velho (património histórico, cultural e natural) e o Bussaco/Luso (experiências únicas) são os sete patrimónios da Mesa da Bairrada ao Mondego que estão agora no grupo dos 49 pré-finalistas.

Na base da candidatura da AD ELO “esteve o propósito de apresentar uma proposta gastronómica e patrimonial, reconhecida localmente e por quem nos visita, que representasse um território tão vasto, diverso e rico como o dos seis municípios que vão do litoral ao interior serrano”.

A candidatura garante que os “sete patrimónios a concurso resultam de uma seleção harmoniosa, traduzida numa experiência inesquecível de sabores, tradição e cultura”.

Ao longo da costa regista-se a forma peculiar de confecionar a sardinha na telha conferindo-lhe um toque de diferenciação que se traduz num gosto ímpar e apelo visual marcante. Tendo como fio condutor o Rio Mondego, observa-se a preparação do famoso arroz de lampreia ao longo dos municípios que acompanham o seu percurso. Nas planícies da Bairrada a proposta centra-se no afamado leitão acompanhado com os esplêndidos vinhos produzidos com castas de onde se destaca a nobre Baga.

Neste percurso pelo território destaca-se o Castelo de Montemor-o-Velho, a maior fortificação do Mondego e monumento nacional, e o conjunto de experiências em torno do Luso/Bussaco envolvendo a Mata Nacional, o Palace Real, o Museu Militar, a Via Sacra e Termas, aliando natureza e história. A candidatura resulta também de uma aposta na promoção de produtos autênticos, genuínos e enraizados na cultura de todos os municípios.

Com o apoio técnico do chef Luís Lavrador, a Mesa da Bairrada ao Mondego conta com a parceria dos seis municípios que compõem a candidatura, da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, da Adega Cooperativa de Cantanhede, da Fundação Mata do Bussaco e do Alexandre de Almeida Hóteis – Hotel Palace do Bussaco.

Já é possível votar na Mesa da Bairrada ao Mondego através do número de telefone 760 10 70 15 – cujo custo da chamada é de 0,60€ + IVA. O processo de votação decorre até ao dia 5 de agosto, aquando da realização da gala pré-finalista em Viseu, com transmissão direta na RTP 1, a partir das 21 horas.

A Região de Coimbra, que é candidata  a “Região Europeia da Gastronomia 2021”,  tem “apenas” 3 “mesas” entre as 49 pré-finalistas.

São elas a Mesa Beira Serra, Góis – Centro,esta Mesa da Bairrada ao Mondego, Cantanhede – Centro (e a Mesa das Terras da Chanfana, Lousã – Centro, que ontem se apurou para a final em Albufeira, no dia 16 de setembro, onde vão estar os 14 finalistas.

A Mesa de Vila Real foi outra das apuradas para a final do concurso 7 Maravilhas à Mesa, tendo sido eliminadas as mesas de Almeirim, Braga, Monchique, Ponta Delgada e de Reguengos de Monsaraz, localidade que acolheu esta primeira gala apresentada por Catarina Furtado e José Carlos Malato.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com