Conecte-se connosco

Região

Mercadona abre antes do verão na Figueira da Foz (com vídeo)

Publicado

em

O supermercado Mercadona vai abrir na Figueira da Foz em 2023, na rua Cristina Torres, na zona das Abadias.

“A obra da loja da Figueira da Foz decorre dentro dos prazos previstos e abrirá em 2023, junto às Abadias”, explicou ao Notícias de Coimbra Carla Cunha, diretora de relações externas Centro-Norte de Portugal da Mercadona, não adiantando, contudo, previsões de datas para a abertura. A cumprir-se o tempo médio desde o início do recrutamento para outras lojas até à abertura de portas, que rondou os 10 meses, a Mercadona deverá abrir na Figueira da Foz  no primeiro semestre de 2023.

Neste caso, o recrutamento para esta nova loja começou em maio de 2022, estando ainda a decorrer. “A empresa irá criar cerca de 65 novos empregos”, contou, explicando que são aceites candidaturas tanto para part-time como para full-time para todas as secções.

À semelhança dos outros supermercados, a loja da Figueira da Foz vai contar também com as secções de Talho, Peixaria, Charcutaria, Pastelaria e Padaria, Perfumaria, Cuidado do Lar e Animais de Estimação, Frutas e Legumes, Garrafeira e Pronto a Comer com self-service e várias opções de pratos.

A nova loja está a ser construída na Rua Cristina Torres, num terreno com 7 mil metros quadrados (m2). O novo espaço apresentará uma área de venda de 1.900 m2 e parque de estacionamento com capacidade para 195 lugares.

Esta será a primeira loja que a cadeia espanhola vai abrir no distrito de Coimbra, esperando-se que a marca chegue também à cidade de Coimbra. Para já, Carla Cunha realça que não tem ainda qualquer informação sobre a loja de Coimbra que, recorde-se, foi anunciada para o Atrium Solum.

A Mercadona chegou a Portugal a 2 de julho de 2019, com a primeira loja a nascer em Canidelo, Vila Nova de Gaia. Atualmente conta com 36 lojas nos distritos do Porto, Braga, Aveiro, Viana do Castelo, Setúbal, Santarém e, a partir desta terça-feira (25 de outubro), Viseu.

A Mercadona atingiu, em 2021, um volume de vendas de 415 milhões de euros e pagou 62 milhões de euros em impostos através da empresa portuguesa Irmãdona Supermercados, sediada em Vila Nova de Gaia.

Terminou o ano com uma equipa de 2.500 colaboradores e um investimento de 110 milhões de euros em Portugal.

De referir que, numa filosofia de aproximação e apoio à comunidade, a Mercadona aumentou as doações a cantinas sociais, bancos alimentares e outras instituições de solidariedade social, tendo doado um total de 1.400 toneladas de bens essenciais em território nacional. Com esta ação, pretende “partilhar com a sociedade parte do que dela recebe”, refere a empresa.

Para este ano de 2022, prevê investir 150 milhões de euros em Portugal, com a abertura de um total de 10 lojas.

A nível de salários, os funcionários da Mercadona podem esperar “uma retribuição anual bruta de 11.180,05 euros com progressão a 16.972,10 euros”, que inclui subsídios de férias e Natal, garante a empresa, acrescentando que a este valor “acresce subsídio de alimentação diário e subsídio de domingos e feriados”.

Veja o vídeo do direto NDC:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com