Coimbra

Menina atropelada numa passadeira em Coimbra. “Condutora fugiu”

NOTÍCIAS DE COIMBRA | 10 meses atrás em 22-09-2023

Uma menina de 13 anos foi atropelada numa passadeira e a condutora da viatura automóvel não prestou qualquer auxílio, conta a mãe da menor ao Notícias de Coimbra. O caso aconteceu na tarde de 21 de setembro, junto ao centro comercial Coimbra Shopping, em frente ao quartel dos Bombeiros Sapadores.

PUBLICIDADE

A progenitora usou as redes sociais para formular um pedido de apoio de alguma testemunha que se tenha apercebido do que aconteceu à hora de almoço desta quinta-feira.

A mãe refere ao NDC que a filha se “dirigia de trotinete pelo passeio para ir para a escola quando atravessou a passadeira, com o sinal vermelho para o trânsito”. “Houve um carro que não parou e chocou contra ela”, conta.

PUBLICIDADE

A menor diz que a “condutora apenas saiu do carro a perguntar se estava bem e foi-se embora”.  

Joana Mafra lamenta o facto de “com tanta gente lá, ninguém a assistiu”. “A menina foi para a escola, em choque, tendo sido uma funcionária a entrar em contacto comigo a dar conta do sucedido”, descreve.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Fui até ao Centro de Saúde no Bairro Norton de Matos onde a médica a avaliou e viu que tinha uma mão e um joelho com escoriações”, explica, acrescentando que contactou “a PSP para apresentar queixa, no qual foi solicitado o relatório médico” feito quando se deslocou à unidade hospitalar. 

A mãe sublinha que “a condutora fugiu” e “agradece a quem tenha testemunhado o atropelamento, que ocorreu entre as 13:00 e as 14:00, que entre em contacto”.

A filha descreve à mãe que as únicas características que reteve do veículo foi apenas tratar-se de “um Peugeot preto”. 

Joana Mafra lamenta imenso o sucedido, está “grata por não ter sido nada de grave, mas podia ter sido pior”, mas “as pessoas têm que se responsabilizar pelos seus atos. O que aconteceu foi desumano”.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE