Saúde

Médica erra medicação e mata jovem de 16 anos

Notícias de Coimbra | 2 semanas atrás em 09-07-2024

Uma médica foi condenada a três anos de prisão por administrar Aspegic, um medicamento que causa complicações em asmáticos, a um doente com asma. O Paciente acabou por morrer. A pena foi agora substituída por uma suspensão de quatro anos.

PUBLICIDADE

A decisão foi anunciada pelo Tribunal da Relação do Porto, na sequência de um caso ocorrido em 2017.

Segundo o ZAP, o paciente, João Fernandes, de 16 anos, foi ao centro de saúde de Arouca com tosse, dores de cabeça e febre. A médica não viu o histórico do paciente, onde estava escrito que João era asmático e alérgico a outros anti-inflamatórios não esteroides (Ibuprofeno, neste caso).

PUBLICIDADE

Por não consultar a ficha, a médica administrou Aspegic por via intravenosa, o que acabou por matar o jovem.

Na justiça, o tribunal considerou a conduta da médica “extremamente censurável” e a arguida foi condenada por homicídio negligente.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE