Conecte-se connosco

Região

Mealhada vai às freguesias conhecer interesses dos jovens

Publicado

em

A Câmara Municipal da Mealhada vai deslocar-se às freguesias do concelho, nas próximas cinco semanas, para conhecer os interesses e as motivações atuais dos jovens, avançou hoje fonte desta autarquia do distrito de Aveiro.

De acordo com o vereador da Câmara Municipal da Mealhada, Hugo Silva, esta iniciativa pretende “elevar o atual compromisso da autarquia com os jovens do concelho”, potenciando “a criação de mais e melhores políticas amigas da juventude”.

“O objetivo desta dinâmica é ouvir a sua voz e levá-los a participarem ativamente no presente e no futuro da nossa comunidade, que é a deles”, justificou.

A Câmara da Mealhada promove, entre abril e maio, em todas as freguesias do concelho, a atividade Comunica-te Jovem, para conhecer os interesses e as motivações atuais dos jovens, de forma a envolvê-los num processo de implementação de novas práticas que a autarquia pretende levar a cabo.

Nestas sessões, uma equipa da Câmara Municipal da Mealhada vai desafiar os jovens a “explorarem temas relevantes” e a criarem “espaço para que a inteligência coletiva possa emergir”.

Esta metodologia de grupo, denominada ‘World Café’, desenrola-se num ambiente informal e criativo de ‘coffee break’ e conversação, propondo aos jovens uma conversa descontraída, como se estivessem à mesa de um café ou de um restaurante.

As ações pelas freguesias arrancam na próxima semana, estando agendada a primeira para o dia 27, no Theatro Caffé, na Mealhada; e a segunda para o dia 29, no Café Restaurante O Lampião, em Antes.

Em maio, acontecem mais seis ações: dia 04, no Rosa Biscoito, no Luso; dia 06, no Café Estrela da Noite, em Ventosa do Bairro; dia 11, no M_Bar, na Vacariça; dia 18, na Via Romana II Café; dia 20, no Café Nogueiras, em Barcouço e, no dia 27, no Café Expresso, na Pampilhosa.

Segundo a autarquia da Mealhada, todas as ações decorrem das 18:00 às 19:30 e estão abertas a qualquer jovem, bastando comparecer.

Em ambiente de diálogo em grupos, os participantes vão dividir-se em diversas mesas e conversar “em torno de uma pergunta central, podendo também circular entre grupos e conversas”.

“No final do processo, faz-se uma colheita das perceções e conclusões dos participantes”, informou o Município da Mealhada.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link