Mundo

McDonald’s “não se dá” com a inteligência artificial

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 18-06-2024

A McDonald’s suspendeu temporariamente o seu projeto-piloto que utilizava inteligência artificial (IA) em alguns dos restaurantes nos Estados Unidos para recolher pedidos de clientes desde o carro, noticiaram na segunda-feira os meios de comunicação social norte-americanos.

PUBLICIDADE

A gigante do ‘fast food’, que trabalhava desde 2021 neste projeto com a empresa de tecnologia de informação IBM, cancelou esta implementação de IA depois de colher “resultados contraditórios”, referiu um porta-voz da empresa à estação CNBC.

A empresa “não está pronta”, por agora, para implementar pedidos por voz em todos os seus restaurantes com ‘drive-thru’, de acordo com este representante.

PUBLICIDADE

“O objetivo do teste era determinar se uma solução automatizada de pedidos por voz poderia simplificar as operações para a equipa e criar uma experiência mais rápida e melhorada para os nossos clientes”, acrescentou o porta-voz, acrescentando que ainda há “uma oportunidade de explorar soluções de pedidos por voz”.

A McDonald’s, que possui 27 mil restaurantes ‘self-service’ em todo o mundo, implementou esta tecnologia de IA em 100 estabelecimentos nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Alguns clientes já tinham relatado, através das redes sociais, que o ‘chatbot’ da McDonald’s cometia por vezes erros até mesmo em pedidos simples.

Outras cadeias de ‘fast food’, como Chipotle, Taco Bell e Pizza Hut, também estão a experimentar ferramentas de IA nas suas cozinhas e caixas registadoras para poupar custos laborais.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE