Conecte-se connosco

Coimbra

Mau tempo provoca 229 ocorrências no distrito de Coimbra

Publicado

em

Mais de duas centenas de ocorrências devido ao mau tempo foram registadas entre as 18:00 de sexta-feira e as 12:30 de hoje, no distrito de Coimbra. A maioria foram quedas de árvores, disse fonte da Proteção Civil ao Notícias de Coimbra (NDC).  

A última atualização de ocorrências causadas pela meteorologia adversa que se tem feito sentir dá conta de um total de 229 situações no distrito, sendo 140 referentes a quedas de árvore. O concelho de Penacova foi o mais afetado por este tipo de ocorrências com 19 quedas de árvore, segue-se Coimbra (15), Góis (14), Arganil e Figueira da Foz (13, cada).   

Segundo dados a que o NDC teve acesso, os meios da Proteção Civil distrital estiveram ainda empenhados em 38 situações de limpeza de via, sendo o maior número no concelho de Coimbra (9). Há também a registar 35 movimentos de massa, 11 dos quais no concelho de Miranda do Corvo, 8 em Coimbra e 7 em Penela. 

No distrito, no mesmo período, o mau tempo deu origem a 25 quedas de estruturas, a maioria nos concelhos de Coimbra (8) e Figueira da Foz (10), e 15 inundações, espalhadas um pouco por todo o território, mas sem danos significativos, disse a Proteção Civil. 

“Teremos continuidade de precipitação persistente, por vezes forte até ao final do dia de hoje”, informou o comandante distrital de operações de socorro de Coimbra, Carlos Luís Tavares. 

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje sob aviso amarelo 13 distritos de Portugal continental, entre os quais está o de Coimbra, e as ilhas dos Açores devido à previsão de chuva forte. 

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade