Conecte-se connosco

Matias Damásio ao vivo na passagem de ano da Praia de Mira

Publicado

em

O “réveillon” da Praia de Mira terá como cabeça de cartaz o cantor Matias Damásio e será apoiado financeiramente por fundos do programa de qualificação turística Valorizar, revelou hoje o presidente da Câmara de Mira.

matias damásio

Raul Almeida disse em conferência de imprensa, em Mira, que a comparticipação dos fundos comunitários do Valorizar – Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino do Turismo de Portugal será de 90 por cento dos custos do evento, estimados em 70 mil euros.

O financiamento resulta de uma candidatura aos incentivos do Portugal 2020, apoiada pela Entidade Regional Turismo Centro, que considera a passagem de ano da Praia de Mira como um evento “mobilizador, de dimensão nacional, capaz de atrair visitantes à região”.

No ano passado, o “réveillon” (realizado em parceria com a estação de rádio RFM e a Turismo do Centro) atraiu 30 mil visitantes, que esgotaram durante dois dias a capacidade hoteleira de Mira e concelhos vizinhos.

“Este evento tem dimensão nacional e atrai turistas para uma região que este ano sofreu dois fortes abalos”, explicou o presidente da Turismo Centro, Pedro Machado, numa referência aos incêndios de junho e outubro, que atingiram 59 dos 100 concelhos que constituem a Entidade Regional, provocando estragos em 99 empreendimentos turísticos.

Pedro Machado referiu que um evento da dimensão da passagem de ano da Praia de Mira é importante para “repor a normalidade” numa região que enfrenta as consequências dos incêndios, contribuindo para atrair visitantes.

O responsável da Entidade Regional lembrou que a Turismo Centro lançou dentro e fora do país campanhas de promoção da região e desafiou o presidente da Câmara de Mira a fazer “o ‘upgrade’” do ‘réveillon’” em 2018, organizando um programa paralelo de atividades turísticas e culturais que “mantenham” durante mais tempo os visitantes na região.

Raul Almeida garantiu que a pretensão do presidente da Turismo Centro vai ao encontro dos planos da autarquia, prometendo para o próximo ano um evento mais alargado: “A nossa aposta vai continuar em eventos deste género, fora da época balnear, de maneira a dinamizar a economia local”.

O autarca lembrou que nas duas últimas edições do “réveillon”, sempre em parceria com a RFM, o número de visitantes subiu, tendo havido taxas de cem por cento de ocupação em hotéis e restaurantes do concelho.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com