Coimbra

Maternidade e novo Palácio da Justiça são algumas das obras prioritárias para Coimbra (com vídeos)

Zilda Monteiro | 2 anos atrás em 18-10-2022

A construção da nova maternidade e do Palácio da Justiça são dois dos projetos que a Câmara Municipal de Coimbra considera determinantes para a cidade. O presidente, José Manuel Silva, assegurou, esta terça-feira, dia em que o executivo completou o primeiro ano de mandato, que está especialmente atento a estes projetos.

PUBLICIDADE

O executivo traçou um balanço do trabalho desenvolvido ao longo do último ano, um trabalho que, de acordo com o presidente, se nota na transformação, atividade e progresso da cidade.

Mas, apesar de Coimbra estar “em mudança”, com muitas obras em curso, há ainda muito por fazer, sendo alguns projetos aguardados com grande expectativa, alguns deles há muitos anos, como sucede tanto com a nova maternidade como com o novo Palácio da Justiça.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

No caso da maternidade, José Manuel Silva explicou que o cronograma está a ser cumprido. O mesmo não acontece com o Palácio da Justiça, apesar de adiantar que estão “em diálogo com o Governo” sobre este assunto. Assegurou que continuarão a lutar por esta obra que Coimbra espera há 50 anos. “Não admitiremos que haja qualquer outra obra relevante do ministério da Justiça que avance sem avançar o Palácio da Justiça de Coimbra. Seremos muito ruidosos se porventura isso acontecer”, sublinhou, garantindo contudo que vão trabalhar, “com um espírito construtivo e de diálogo”, para que este projeto avance.

PUBLICIDADE

O presidente adiantou que a Câmara está a trabalhar com as estruturas da Justiça e com a Universidade no sentido de avançar com o projeto, de forma a que não haja “mais desculpa nenhuma para se continuar a desperdiçar dinheiros públicos”.

O “plano Marshall”, previsto para a Baixa da cidade, é outro dos projetos destacados pelo autarca. Visa, como explicou, a aquisição e requalificação de prédios no “coração” da cidade. Com um valor de 60 milhões, este projeto tem como finalidade adquirir 30 edifícios e recuperá-los.

José Manuel Silva sublinhou, também, que a autarquia apresentou uma candidatura de 500 milhões ao Portugal 2030 que assenta em projetos “verdadeiramente transformadores para Coimbra”.

Depois do presidente ter destacado alguns dos pontos que considera mais marcantes deste ano, foi a vez de cada um dos vereadores eleitos pela coligação Juntos Somos Coimbra (PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Aliança/RIR e Volt) fazerem também a sua análise ao mandato, em cada uma das pastas que assumem, contemplando assim todas as áreas de ação do município.

Na saúde, da responsabilidade do vereador Francisco Veiga, destaque para o Plano Municipal de Saúde de Coimbra e para a requalificação da Unidade de Saúde de Taveiro.

Na área dos transportes, a vereadora Ana Bastos enalteceu, entre outros temas, a garantia da localização da alta velocidade na Estação Coimbra B, a criação do passeio ribeirinho que está ao usufruto da população, bem como outros projetos determinantes para criar melhores condições de “estar e circular” em Coimbra e em todo o concelho.

No desporto, o vereador Carlos Lopes destacou dois eventos que trouxeram milhares de pessoas à cidade, nomeadamente a Super Especial Rally de Portugal (22 mil pessoas) e a ExpoDesporto#Coimbra (15 mil pessoas em três dias).

Na área social, a vereadora Ana Cortez Vaz enalteceu o trabalho desenvolvido ao longo do ano. O centro de acolhimento para refugiados, a adesão à carta europeia da igualdade e criação do Plano Municipal da Igualdade e a criação de uma bolsa de alojamento urgente foram alguns dos projetos que destacou.

O vereador Miguel Fonseca enalteceu a desmaterialização total do processo de despesa com a entrada em vigor do orçamento de 2022, bem como os benefícios trazidos pela “via verde” para o investimento empresarial.

A adesão da Biblioteca Municipal à Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, a digitalização de documentos dos arquivos municipais e a introdução do “open day” no canil municipal foram alguns dos projetos destacados pelo vereador da CDU, Francisco Queirós, e apresentados nesta sessão por José Manuel Silva.

Estes são apenas alguns dos projetos destacados nesta sessão, que integram o documento que vai estar disponível nas redes sociais do município e que conta com 117 páginas.

Veja os vídeos dos diretos NDC:

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE