Conecte-se connosco

Lazer

Marionet apresenta a sua mais nova criação no Teatro Académico de Gil Vicente

Publicado

em

O Significado de Tudo é a terceira criação de um tríptico dedicado ao tema-chapéu Sistemas, após A Glândula Secreta (2017) e O Limbo Empático (2018). O primeiro espetáculo incidiu sobre o tema dos sistemas corporais, o segundo sobre sistemas de inteligência artificial, este terceiro é sobre sistemas de conhecimento do mundo.

“Na relação do nosso trabalho artístico sobre a ciência temos incidido a pesquisa sobre esta a um nível disciplinar (p.ex. astronomia, física, neurociências, ecologia). Após 22 anos de atividade artística relacionada com variados campos da ciência, parece-nos oportuno uma reflexão a um nível mais abrangente sobre as diferenças, semelhanças e interseções entre estas duas grandes áreas do conhecimento”, refere a Marionet.

A companhia de teatro acrescenta que partem “precisamente daqui, desta ideia da arte como modo de conhecimento. A pesquisa artística e a pesquisa científica são dois modos complementares de descoberta e transformação do mundo, cada uma com os seus métodos e as suas linguagens. Tanto a Arte como a Ciência constituem sistemas complexos que vão evoluindo com o tempo. Neste momento do mundo em que a produção de conhecimento de um e outro sistema ainda têm limites relativamente bem estabelecidos, importa-nos pesquisar (como já temos vindo a fazer) os pontos em que esses limites se esbatem, onde as fronteiras são menos definidas”.

A partir de pequenas experiências realizadas em palco, tentamos contribuir para o conhecimento de partes do todo de que compõem o mundo e as nossas existências. A nossa pesquisa focou-se (de modo pouco original, mas urgente) na nossa perceção das transformações aceleradas que o planeta em que vivemos está a atravessar, e de como estamos a reagir a essas mudanças.

“Olhamos para o passado, o presente, o futuro, para o temporário e o intemporal, o humano e o não humano. Falamos de enciclopédias, sobrescritos, argila, CO2, criptomoeda, dinossauros, bicicletas, linguagem, e de muitas outras coisas que constroem e destroem. Fizemos uma canção que nos dá prazer cantar”, realça.

O Significado de Tudo, a nova criação da companhia de Coimbra, terá a sua estreia absoluta nos dias 4 (sexta-feira às 15h00/sessão para escolas; e 21h30) e 5 de novembro (sábado às 21h30). A encenação é de Mário Montenegro a partir da discussão e ideias de Carolina Andrade, Catarina Moita, Luísa Neves Soares, Mário Montenegro, Pedro Andrade, Pedro Sousa Raposo, Zé Ribeiro textos Carolina Andrade, Catarina Moita, Mário Montenegro, Zé Ribeiro, defendida em palco pelas interpretações de Carolina Andrade, Catarina Moita e Zé Ribeiro. A banda sonora é de Marcelo dos Reis.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com