Conecte-se connosco

Coimbra

Marinha recomenda cuidados redobrados junto ao mar por causa do mau tempo

Publicado

em

A Marinha Portuguesa alertou hoje a comunidade piscatória e as pessoas que circulam junto à orla costeira para a necessidade de cumprirem todos os procedimentos de segurança no mar e junto à costa devido ao mau tempo.

Em declarações à agência Lusa, o comandante Alexandre Santos Fernandes salientou que toda a costa Ocidental está sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, esperando-se ondas com oito metros.

“Este agravamento irá manter-se nos próximos dois dias com ondas que podem atingir os 8 metros do quadrante de oeste-noroeste, o que associado às marés vivas vem representar um agravamento do estado do mar no litoral. O máximo será atingido hoje ao final do dia”, disse o comandante.

Por causa da forte agitação marítima, a Marinha alerta a comunidade marítima, em particular a piscatória e náutica de recreio, para que redobre a atenção no cumprimento de todos os procedimentos e regras de segurança no mar.

“A Marinha alerta também para o redobrar de atenção em toda a orla costeira portuguesa, às pessoas que circulem ou tenham a necessidade de se aproximar da costa para não o fazerem de modo excessivo colocando-se em risco. Será de evitar situações de aproximação excessiva à linha de rebentação”, disse, aconselhando ainda a comunidade piscatória e de recreio a permanecer nos portos de abrigo.

O comandante Alexandre Santos Fernandes adiantou ainda à Lusa que às 10:30 de hoje estavam fechadas à navegação nove barras marítimas (Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Vila do Conde, Douro, Aveiro, Póvoa do Varzim, Figueira da Foz e São Martinho do Porto) por causa do mau tempo.

“A barra marítima de Viana do Castelo está limitada a embarcações com comprimento inferior a 30 metros”, informou, acrescentando que a Marinha portuguesa e as autoridades marítimas locais vão continuar a acompanhar a situação.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro vão estar sob aviso vermelho devido à agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com sete a nove metros.

O aviso vermelho, que está previsto para situações meteorológicas de risco extremo, vai vigorar entre as 09:00 e as 23:59 de hoje.

O IPMA colocou também hoje os grupos Ocidental e Central dos Açores sob aviso vermelho, devido à agitação marítima com ondas de 10 metros.

Os grupos Central (ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial) e Ocidental (Flores e Corvo) vão estar sob aviso vermelho até às 12:59 de hoje devido à previsão de ondas de noroeste de 10 metros, gradualmente diminuindo para seis metros.

O IPMA colocou também o grupo Oriental (S. Miguel e Santa Maria) sob aviso amarelo, o segundo menos grave, por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas de oeste de sete metros, diminuindo para seis metros até às 17:59 de hoje.

Também a agitação marítima levou o IPMA a colocar a Madeira sob aviso laranja entre as 06:00 de hoje e as 11:59 de terça-feira.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com