Conecte-se connosco

Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa salienta “salto qualitativo” e empenho de “todos” os países

Publicado

em

O Presidente português afirmou hoje que a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) se prepara para dar um grande salto qualitativo e defendeu que todos os Estados-membros estão empenhados nesta organização internacional.

Marcelo Rebelo de Sousa prestou breves declarações aos jornalistas à entrada para a XIII Cimeira da CPLP, que começou esta manhã, em Luanda, depois de cumprimentar os chefes de Estado de Angola, João Lourenço, e de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca.

“Vamos dar um novo passo, este diferente daquele que demos há 25 anos”, referiu o Presidente da República, numa alusão à fundação da CPLP.

Depois, numa referência ao acordo de mobilidade que ao início da tarde de hoje será assinado, o chefe de Estado Português declarou: “Não se esperava ser possível este salto qualitativo”.

“Neste momento, Angola, Brasil e todos os países [da CPLP] estão empenhados, o que é muito importante”, acentuou.

Marcelo Rebelo de Sousa foi ainda questionado sobre o que fará hoje, dia em que o primeiro-ministro, António Costa, completa 60 anos.

“Já celebrámos ontem (pela meia-noite] quando [António Costa] chegou ao hotel. E vamos celebrar hoje à noite. Vamos jantar”, disse.

Na sexta-feira à noite, o Presidente da República, o primeiro-ministro e o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, estiveram num jantar oferecido pelo chefe de Estado de Angola, João Lourenço, que assinalou os 25 anos da fundação da CPLP.

Quando a comitiva portuguesa chegou ao hotel, vinda do jantar, já passavam alguns minutos da meia-noite. Na receção do hotel, o Presidente da República, seguido por todos os membros da comitiva portuguesa, começou a cantar a António Costa os “parabéns a você”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade