Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa lamenta morte da sindicalista Manuela Teixeira

Notícias de Coimbra com Lusa | 10 meses atrás em 23-09-2023

O Presidente da República lamentou hoje a morte da ex-presidente da UGT Manuela Teixeira, aos 85 anos, recordando a sua “atividade cívica e política” e uma “figura incontornável do movimento sindical dos professores”.

PUBLICIDADE

“O Presidente da República evoca, no momento do seu desaparecimento, a atividade cívica e política da ex-presidente da UGT Manuela Teixeira, figura incontornável do movimento sindical dos professores, sindicato que liderou na zona norte do país”, lê-se numa nota divulgada na página oficial da Presidência da República.

Marcelo Rebelo de Sousa transmite “sentidas condolências” à família e amigos de Manuela Teixeira, recordando “a militância partidária e os laços de amizade que estabeleceram e mantiveram ao longo de décadas”.

PUBLICIDADE

Doutorada em educação, Manuela Teixeira foi presidente da União Geral de Trabalhadores (UGT) entre 1998 e 2004 e a primeira secretária-geral da Federação Nacional dos Sindicatos da Educação (FNE), entre 1982 e 2004.

Foi também presidente do Sindicato dos Professores da Zona Norte (SPZN) de 1974 a 1997.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE