Conecte-se connosco

Portugal

Manteigas estima que arderam mais de mil hectares do Parque da Serra da Estrela

Publicado

em

 O presidente da Câmara de Manteigas, disse hoje que o incêndio que deflagrou no sábado em Garrocho, na Covilhã, consumiu mais de mil hectares do seu concelho, que fica em pleno Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE).

“Manteigas [concelho] está totalmente dentro do PNSE. Em termos de área ardida, apesar de ainda não estar totalmente feito o cálculo, estima-se que já arderam mais de mil hectares”, afirmou à agência Lusa Flávio Massano.

O incêndio deflagrou às 03:18 de sábado, na localidade de Garrocho, freguesia de Cantar-Galo e Vila do Carvalho, no concelho da Covilhã (Castelo Branco), e alastrou para Manteigas, no distrito da Guarda.

O autarca sublinhou que o incêndio, em Manteigas “está em fase de rescaldo”.

“Estamos em vigilância. Temos aqui alguns focos de fogo, controlado. São pontos quentes que não podemos deixar reativar. Neste momento está controlado deste lado [Manteigas]”, indicou.

Flávio Massano adiantou ainda que o incêndio tem uma outra frente, que lavra na zona limite entre Manteigas e o concelho da Covilhã, no distrito de Castelo Branco.

“O incêndio tem outra frente na zona de Verdelhos (limite entre Manteigas e Covilhã) e as indicações que tenho é que, neste momento, a situação é preocupante. A grande concentração de meios está neste momento do lado de lá [Verdelhos]”, referiu.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco disse à Lusa que o incêndio se mantém ativo e que continua fechada ao trânsito a Estrada Nacional 338, que faz a ligação entre Piornos e Manteigas.

Às 12:25, o incêndio estava a ser combatido por 603 operacionais, apoiados por 179 viaturas e nove meios aéreos.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade