Crimes

Mãe e padastro mantiveram em cativeiro jovem desaparecida de instituição

Notícias de Coimbra | 2 anos atrás em 10-11-2022

A Polícia Judiciária deteve em Vila Nova de Famalicão a mãe e o padrastro da jovem de 15 anos que tinha sido dada como desaparecida há mais de um mês em Vila do Conde. Os dois suspeitos estão indiciados pela prática do crime de sequestro agravado.

PUBLICIDADE

Segundo a PJ, os factos remontam a finais de setembro de 2022, quando os arguidos “induziram uma menor, filha de um deles, a fugir de uma instituição onde se encontrava acolhida, por decisão judicial, em Vila do Conde, tendo-a mantido a partir dessa data privada da sua liberdade de locomoção, sem poder sair, ir à escola ou conviver com outras pessoas”.

Enquanto mantinham a jovem de 15 anos em cativeiro, adianta a PJ, a mãe e o padrasto, enviaram “e-mails para as mais diversas entidades e entrevistas à comunicação social alegando sempre desconhecer o seu paradeiro”.

PUBLICIDADE

Os detidos, de 43 e 31 anos de idade, padrasto e mãe respetivamente, vão ser presentes à autoridade judiciária competente para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

A menor foi entregue à Instituição onde se encontrava institucionalizada.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade
 

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE