Conecte-se connosco

Autárquicas

Machado promete descontos aos patrões em casa de trabalhadores

Publicado

em

O candidato do PS à Câmara Municipal de Coimbra (CMC) defendeu hoje a redução da taxa de derrama, com o objetivo de “atrair mais empresas e criar mais emprego” no concelho.

“A percentagem do IRC (Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas) que cabe à CMC vai ser revista, visto que neste momento está na taxa máxima”, defendeu Manuel Machado, candidato do Partido Socialista à Câmara, após uma reunião com o presidente da União Geral de Trabalhadores (UGT) de Coimbra, Ricardo Pocinho.

O candidato afirmou que, para tal, poderão “ser racionalizadas despesas da Câmara”, garantindo que “o importante é manter os postos de trabalho”.

O candidato do PS pretende “uma atividade conjunta entre empresários e trabalhadores, com dinamização por parte da Câmara”, de modo a “atrair mais investimento para Coimbra”.

“O Estado Social é a grande obra do Portugal democrático e há uma clara ameaça às funções constitucionais do Estado”, criticou o candidato do PS, afirmando que “a evolução dramática do desemprego, em especial na administração pública, tem sido apoiada pelo silêncio do candidato da coligação PSD/PPM/MPT” e atual presidente da Câmara de Coimbra, João Paulo Barbosa de Melo.

Coimbra “perdeu liderança e prestígio”, criticou Manuel Machado.

O candidato do PS, sobre a reunião com a UGT de Coimbra na sede da central sindical, disse ser “necessário criar plataformas de cooperação de forma a valorizar a cidade”, afirmando que a sua candidatura pretende “ouvir as pessoas e entidades de forma a procurar soluções construtivas em conjunto”.

Ricardo Pocinho observou que “esta foi a única candidatura que até agora pediu uma audiência à UGT”, considerando que “nem todos [os candidatos] parecem estar preocupados com o emprego em Coimbra”.

“A UGT revê-se nas ideias apresentadas por esta candidatura”, disse Ricardo Pocinho, adiantando que a central sindical pretende “criar uma plataforma de entendimento, que possa passar por uma análise estruturada dos indicadores da não-fixação de emprego” no concelho.

Manuel Machado não se quis adiantar com mais propostas de combate ao desemprego e afirmou que as irá anunciar nos próximos dias, considerando que “o importante é a firme afirmação de recriar a esperança em Coimbra”.

Além de Manuel Machado, anunciaram a sua candidatura à Câmara de Coimbra nas eleições de 29 de setembro o atual presidente do município, João Paulo Barbosa de Melo (coligação PSD/PPM/MPT), os vereadores eleitos pelas coligações PSD/CDS/PPM e CDU, Luís Providência (CDS-PP) e Francisco Queirós (PCP), respetivamente, o advogado José Augusto Ferreira da Silva (movimento Cidadãos Por Coimbra), o músico luso-brasileiro Cláudio Trindade, pelo PAN (Partido pelos Animais e pela Natureza) e Rui Lourenço da Cruz (PCTP/MRPP).

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com