Conecte-se connosco

Cidade

Machado manda iluminar meia cidade

Publicado

em

O executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) irá apreciar e votar, na sua reunião de segunda-feira, dia 21 de novembro, o plano de obras para 2017 referente à requalificação da Iluminação Pública (IP), a solicitar à EDP, de acordo com o contrato de concessão existente entre as duas entidades.

manuel_machado

A proposta exclui os troços /arruamentos em que existem projetos de ampliação/reformulação de IP em curso, e/ou com os concursos já previstos, e tem um valor total estimado de 422 mil euros.

O plano pressupõe intervenções na rede IP da Praça da República (passeios), num valor aproximado de 30 mil euros, e na Av. Sá da Bandeira, num valor estimado de 70 mil euros (colocação de rede de cabos de IP numa extensão de 410 metros, no passeio norte da avenida; colocação de 14 colunas de 8m e respetivas luminárias, com tecnologia LED e abertura de uma vala, estabelecimento de rede de cabos, a enfiar em tubos também a colocar, de IP numa extensão de 410 metros, no passeio sul da avenida; colocação de 14 colunas de 8m e respetivas luminárias, com tecnologia LED).

Engloba ainda intervenções nas redes de Baixa Tensão (BT) e de IP das ruas do Quebra-Costas, num custo estimado de 5 mil euros (colocação de cabos, de BT e IP, numa extensão de 60 metros e fornecimento e colocação de 6 luminárias em fachada, com tecnologia LED).

Está também prevista a substituição de 500 luminárias em fim de vida, existentes na cidade, por armaduras de tecnologia LED, num valor estimado de 120 mil euros.

A intervenção vai desde a rotunda da fábrica da Cerveja, à Pedrulha, até ao Alto de S. João, passando pela Estação Velha, Rua do Padrão, Av. Fernão de Magalhães, Largo das Ameias, Estação Nova, Rua do Brasil, Av. da Lousã, Av. Urbano Duarte e Av. Mendes Silva) e a substituição de todas as luminárias a Vapor de Mercúrio (VM; cerca de 200) no perímetro da cidade, com uma estimativa de custo de 40 mil euros (uma intervenção que abarca a Freguesia de Santo António dos Olivais, a União das freguesias de Coimbra e a União das Freguesias de Sta. Clara e Castelo Viegas, já que a União das Freguesias de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades já não tem armaduras com VM).

Prevê-se ainda proceder à substituição total da rede de IP, com colocação de rede subterrânea, apoios e luminárias com tecnologia LED, nas ruas Alexandre Herculano, Almeida Garrett, Venâncio Rodrigues, Oliveira Matos, Castro Matoso e Largo João Paulo II, numa estimativa de 65 mil euros; na Rua da Manutenção Militar e na rua do Montarroio, numa estimativa de 40 mil euros, e na Rua Arco da Traição, num custo estimado de 12 mil euros. Por último, a substituição da tecnologia de vapor de sódio por tecnologia LED em 100 luminárias da Alta de Coimbra e em 60 luminárias da Baixinha, no valor aproximado de 40 mil euros.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link