Região

Luso quer Extensão de Saúde a funcionar de segunda a sexta-feira

Notícias de Coimbra | 1 ano atrás em 28-01-2023

Os habitantes da Freguesia de Luso, no concelho de Mealhada, distrito de Aveiro, vão realizar uma concentração na segunda-feira para exigirem mais meios humanos para a Extensão de Saúde e o seu funcionamento de segunda a sexta-feira.

PUBLICIDADE

A concentração está agendada para as 10:30, junto da Extensão de Saúde de Luso, e é organizada para que o serviço “volte a ser aberto a tempo inteiro e com todas as valências”.

Segundo os promotores da ação de protesto, a iniciativa justifica-se por a comunidade estar “cada vez mais descontente devido às dificuldades que tem tido no acesso a consultas, tanto ao nível da medicina como no capítulo da enfermagem”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Se já existia um problema gravíssimo com a falta de médicos de família, que persiste há vários anos, agora também os cuidados de enfermagem são mais escassos”, salientam em comunicado enviado à agência Lusa.

PUBLICIDADE

A acrescentar ao “abre e fecha” da Extensão de Saúde, “apenas abrindo nos períodos da manhã” das segundas e das quartas-feiras, os utentes queixam-se que “mais de metade da população” está sem médico de família, após um profissional clínico passar à aposentação.

Entre outras reivindicações, segundo o documento, a população da Freguesia de Luso “exige reverter a consulta aberta para, de novo, ser na sede do concelho, Mealhada”, pede “a reposição de  médicos, enfermeiros e pessoal  administrativo” e também “a abertura de segunda a sexta-feira à semelhança [do] que existia anteriormente”.

Os utentes referem que “veem o tema do funcionamento da Extensão de Saúde como incontornável na vida de uma comunidade que não pode, nem deve, ser olhada como de segunda”.

Na nota é referido que a Extensão de Saúde de Luso é a mais recente do concelho da Mealhada e a freguesia, com cerca de 2.300 habitantes, é um destino termal e turístico do centro do país, “conhecido a nível nacional e internacional”.

Contactado pela Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Luso, Claudemiro Semedo, confirmou que um dos médicos de família que prestava serviço na Extensão de Saúde reformou-se em novembro de 2022 e está a ser aguardada a sua substituição.

Lembrou que já realizou reuniões com a Câmara Municipal da Mealhada e com o Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Mondego e que, “a partir de junho”, o serviço de saúde na freguesia retomará o normal funcionamento, após a abertura de um concurso para recrutamento de um novo médico de família.

A Unidade de Saúde Familiar que assegura o funcionamento da Extensão de Saúde de Luso “devia ter seis médicos e, neste momento, tem três”, indicou Claudemiro Semedo.

Devido à situação, a Extensão de Saúde “está a funcionar apenas à segunda-feira e à quarta-feira, das 08:30 às 13:00”, com uma médica de família, e em situações de urgência, “as pessoas têm que se deslocar a Pampilhosa”.

A Junta de Freguesia está ao lado da população e tudo tem feito para manter a Extensão de Saúde em funcionamento, incluindo a recente realização de obras da cobertura do edifício, referiu o autarca.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE