Conecte-se connosco

Luís Moura e Silva é candidato a Empreendedor do ano. É CEO da Wit Software

Publicado

em

O fundador e CEO da Wit Software, Luís Moura e Silva, é um dos sete candidatos a Empreendedor do Ano, um prémio nacional, promovido pelo Expresso e pela consultora EY. O anúncio foi feito ontem, através da página oficial da empresa no Facebook.

luis moura e silva

Luís Moura e Silva fundou a Wit Software em 2001 como spin-off da Universidade de Coimbra (onde se licenciou, doutorou e onde foi professor) e levou-a a ser distinguida pela Bolsa de Valores de Londres como uma das 1000 empresas mais inspiradoras da Europa. Atualmente com centros de desenvolvimento em Coimbra, Lisboa, Porto e Leiria, a empresa que cria produtos de software para operadores de telecomunicações móveis está presente em mais de 42 países e é uma das mais relevantes do género em Portugal.

Entretanto, a 20 de Fevereiro, a Wit Software foi distinguida na gala promovida pelo IAPMEI em Gondomar, com a atribuição do estatuto de PME Excelência 2017, e dois dos oito prémios de mérito: Mais Produtividade e Criação de Valor.

António Rios Amorim (Presidente do Conselho de Administração da Corticeira Amorim), Nuno Sebastião (CEO da Feedzai), João Miranda (presidente da Frulact), Luís Miguel Sousa (presidente do Grupo Sousa), Mário Ferreira (presidente do grupo Mystic Invest), Manuel Rui Nabeiro e Rui Miguel Nabeiro (que são, respectivamente fundador e presidente do Grupo Nabeiro/CEO da Delta Cafés), a par de Luís Moura e Silva, são os finalistas da sétima edição em Portugal do projeto que junta EY (antiga Ernest Young) e Expresso no reconhecimento dos melhores e mais relevantes exemplos de empreendedorismo, a partir de critérios como a criatividade, a visão empresarial ou o sucesso alcançado.

Personalidades como Belmiro de Azevedo, do Grupo Sonae; Dionísio Pestana, do Grupo Pestana; ou os fundadores da Vision-Box, Bento Correia e Miguel Leitmann (vencedores no ano passado) já foram alguns dos premiados a que os nomes de 2018 esperam agora suceder.

Após um período de deliberação liderado por António Gomes da Mota, presidente da Direção do Instituto Português de Corporate Governance e presidente não executivo do Conselho de Administração dos CTT, o vencedor será conhecido em Abril.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com