Conecte-se connosco

Coimbra

Luís de Matos anuncia que foi 3ª escolha para liderar candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura

Publicado

em

Luís de Matos revelou ao semanário Sol que foi a 3ª escolha para liderar candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura.

Na entrevista de 8 páginas publicada no suplemento b,. o mágico adiantou “fui a terceira escolha para este papel – o que não tem mal nenhum – só me faz mais vontade de fazer bem.

O líder da candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em 2027 acrescentou que “na minha equipa estão as duas primeiras pessoas que recusaram o cargo”.

A equipa da candidatura é constituída pelo médico, deputado municipal, presidente do PSD Coimbra e putativo candidato à Câmara, Nuno Freitas; pelo deputado municipal da CDU e antigo diretor do Conservatório de Música, Manuel Rocha; pelo vice-reitor da Universidade de Coimbra (UC) para a área do turismo, Luís Menezes; pelo antigo diretor regional da Cultura do Centro, António Pedro Pita, e pela antiga vice-reitora da UC Cristina Robalo Cordeiro, que, recorde-se, teria sido escolhida para liderar esta equipa, caso Jaime Ramos tivesse vencido a eleição para a Câmara Municipal de Coimbra. O presidente da distrital do PSD de Leiria e ex-líder da Câmara de Ansião, Rui Rocha, também integrou esta candidatura, mas não chegou a aquecer o lugar.

Luís de Matos recebe 6.150,00 euros por mês para trazer Capital Europeia da Cultura para Coimbra.

No dia em que o “Grupo de Trabalho da Candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027” promoveu uma “Comunicação Pública para informar a comunidade sobre o trabalho desenvolvido, Notícias de Coimbra perguntou a Luís de Matos qual o montante que ele vai receber na qualidade de coordenador da candidatura de Coimbra a Capital Europeia em 2027.

Luís de Matos respondeu de imediato que “tanto quanto sei será equiparada a um director municipal”.

Consultando o contrato efectuado entre o Município de Coimbra e Luís de Matos constamos que o mágico vai receber 6.150,00 euros por mês.

Fazendo as contas, até 2020, Luís de Matos vai receber o valor global de 172. 200,00€ (com 23% de IVA incluído).
Como a candidatura não estará concluída daqui a dois anos, é expectável que o contrato seja renovado pelo menos até 2023, data em que já se deverá saber se Coimbra ganhou ou perdeu.

O contrato celebrado entre o Município de Coimbra e Luís Manuel Curcialeiro Godinho de Matos foi assinado por Manuel Machado em 28 de setembro deste ano, 4 meses depois da apresentação desta equipa.


 Luís de Matos afirmou ainda que está prevista uma compensação simbólica para os outros 5 elementos da sua comissão, mas não revelou o valor que estes elementos vão auferir.

Notícias de Coimbra tentou saber quem vai receber o quê, mas a Câmara Municipal de Coimbra teima em esconder o que vai pagar aos membros da candidatura.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com