Conecte-se connosco

Política

Luís Antunes recandidata-se pelo PS à Câmara da Lousã

Publicado

em

 O presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes, recandidata-se pelo PS à liderança da autarquia nas próximas eleições locais, anunciou hoje o partido em comunicado.

“Numa reunião em que foi notória a motivação dos membros da Comissão Política [da Lousã] para as próximas eleições, a expressiva votação foi demonstrativa da certeza nas escolhas”, afirma o PS local, cuja estrutura é presidida pelo autarca e candidato.

Luís Miguel Correia Antunes, de 46 anos, é presidente da Câmara desde 2011, ano em que assumiu o cargo em substituição, a meio do mandato, do seu antecessor, Fernando Carvalho.

Foi depois eleito duas vezes consecutivas para a presidência do município, no distrito de Coimbra, nas autárquicas de 2013 e 2017.

“Esta foi uma demonstração de unidade e compromisso da Comissão Política”, salienta Luís Antunes, citado na nota.

Para o PS da Lousã, “o objetivo será conquistar a vitória na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal e nas quatro juntas de freguesia” do concelho.

Tal expectativa é justificada com “o importante trabalho realizado, num mandato muito desafiante e onde, além das respostas aos inesperados desafios, designadamente a pandemia, foi implementado, com significado, o projeto de desenvolvimento socialista” para a Lousã.

Em 1999, com a saída de Horácio Antunes, pai de Luís Antunes, da presidência do executivo, para assumir funções de governador civil de Coimbra, o então jovem dirigente da JS entrou no executivo, como vereador em regime de não permanência até 2001, na presidência de Fernando Carvalho.

Foi ainda, em diferentes mandatos, vereador em regime de meio tempo e a tempo inteiro e vice-presidente da Câmara.

Segundo uma nota biográfica disponível na página da internet da Câmara da Lousã, Luís Antunes “é formador certificado pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP)” e possui “formação em sistemas de gestão da qualidade em serviços públicos”.

Desde as primeiras eleições autárquicas, em 1976, além do PS, apenas o PSD deteve a presidência da Câmara, apenas uma vez e no contexto da Aliança Democrática (AD), de 1979 a 1982.

O PS está no poder sem interrupções, na Câmara Municipal, desde 1982, ano em que Eduardo Neto (AD) tentou a reeleição, mas foi derrotado pelo socialista Horácio Antunes.

No atual executivo, o PS detém seis mandatos e o PSD um, ocupado pelo vereador Victor Carvalho, que já divulgou a sua candidatura à presidência do órgão.

Sérgio Vaz é o candidato à Câmara da Lousã anunciado pelo partido Chega.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com