Vamos

Lousã: Prémio Literário Carlos Carranca já tem vencedor

Notícias de Coimbra | 2 meses atrás em 26-02-2024

Já é conhecida a obra vencedora da 2.ª edição do Prémio Literário Carlos Carranca. O anúncio do resultado do concurso foi feito no sábado, 24 de fevereiro, na Biblioteca Municipal Comendador Montenegro, por José António Franco, em nome do Júri, composto pelos escritores Alice Neto de Sousa, António Vilhena, José António Franco, Maria de Fátima Toscano e pela professora Maria Fernanda Redondo, na presença da Vice-Presidente da Câmara, Henriqueta Oliveira, e de Rosa e Miguel Carranca, em representação da família do patrono.

PUBLICIDADE

O prémio foi atribuído por unanimidade à obra “Sísifo Liberto”, de Pedro Baptista, que escreveu sob o pseudónimo “Sísifo”.

Na fundamentação da sua decisão, o júri referiu: “Sísifo Liberto” é uma reflexão sobre a liberdade — trágica, apenas sonhada — alicerçada num leitmotiv consistente e servida por uma linguagem elegante e rigorosa. Alegoria da inutilidade, inevitável e absurda, que se vai apoderando do quotidiano do homem contemporâneo, assume que “a liberdade é mera ilusão” um “adir passos/aos passos gravados” para concluir que “só o livro é livre, como livre é o homem/ quando [nele] se perde/ e se encontra”. A tragédia do mito respira-se no verso curto, no ritmo lento da caminhada, refazendo o trilho “como se à procura/ da razão/ do […] caminhar” e revelando, a cada sílaba, a essência da própria pedra: “a ilusão/ do livre arbítrio”.

PUBLICIDADE

publicidade

Pedro Baptista, que também escreve sob o pseudónimo Xavier Zarco, recebeu vários prémios entre os quais se destacam Prémio de Poesia Vítor Matos e Sá – 2004 e 2007; Prémio de Poesia Bocage – 2005 e 2010; Prémio Raul de Carvalho – 2005; Prémio da Lusofonia – 2007; Prémio Sebastião da Gama – 2017.

Este prémio consta da edição em livro, pela Câmara Municipal da Lousã, da obra vencedora, com 250 exemplares, de um prémio pecuniário no valor de 1.500 euros e ainda uma residência artística no refúgio de trabalho de Carlos Carranca, na sua casa no Prilhão, Lousã.

PUBLICIDADE

Recorde-se que este prémio foi criado em memória do Poeta Carlos Carranca, com fortes ligações pessoais e familiares à Lousã, tendo a Câmara Municipal decidido pela sua criação como forma de o homenagear.

A cerimónia de entrega do Prémio terá lugar a 23 de março, seguida de uma tertúlia dedicada à canção de intervenção e integrada na comemoração dos 50 anos do 25 de Abril.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE