Conecte-se connosco

Empresas

Loja das Meias solicita reconhecimento como loja histórica

Publicado

em

O executivo da Câmara Municipal (CM) de Coimbra aprovou, na sua reunião de hoje, uma proposta para o eventual reconhecimento da Loja das Meias, situada na Rua Ferreira Borges, na Baixa de Coimbra, como entidade de interesse histórico e cultural, mais especificamente como “Loja Com História”. A decisão será agora submetida a um período de consulta pública, de 20 dias, para que, por fim, seja elaborado o relatório final e aprovado o reconhecimento. Recorde-se que, até ao momento, já foram reconhecidas pela Câmara de Coimbra 15 repúblicas de estudantes e duas “Loja com História”. 

A Loja das Meias, situada na Rua Ferreira Borges, em pleno coração da baixa conimbricense, foi fundada em novembro de 1931 e é uma referência na história da cidade de Coimbra. Pela sua localização, sempre fez parte do cenário de grandes acontecimentos da cidade, nomeadamente manifestações políticas, sociais e religiosas. Ao longo da sua existência, foram várias as figuras públicas e artísticas, empresários e personalidades da cidade que se tornaram clientes da loja, tornando-a num ponto de paragem obrigatória na baixa de Coimbra. 

A Loja das Meias está sediada num edifício construído no século XIX e, ao longo dos anos, foi sofrendo algumas remodelações e inovações, sem nunca ter, contudo, alterado a sua traça original. Comercializa artigos de senhora, de homem e acessórios, importando algumas marcas de nome reconhecido e sendo a única loja em Coimbra a comercializá-las. No início da sua atividade, foi pioneira no conceito de pronto-a-vestir e sempre se distinguiu qualidade, modernidade e exclusividade dos seus produtos. A Loja das Meias guarda, ainda, no seu interior, memórias e coleções que correspondem a várias fases desta casa comercial: a máquina de costura, tesouras, fitas de medir, catálogos de coleções de roupa, máquina registadora, cofre e algumas peças de roupa.

A Loja das Meias continua a participar na vida social e cultural da cidade, aliando-se sempre a projetos que ajudem a promover a baixa da cidade.

Este estabelecimento preenche, assim, todos os requisitos que lhe permitem obter a denominação de “entidade de interesse histórico e cultural ou social local”, ou mais especificamente “Loja com História”, tais como, a título de exemplo, a longevidade, significado para a história local, função histórica, cultural e social, acervo próprio e existência como referência local, entre outros.

A decisão será, agora, submetida a um período de consulta pública, de 20 dias, para que, por fim, seja elaborado o relatório final e aprovado o reconhecimento. Se tal acontecer, a Loja das Meias poderá ser a terceira a conseguir o reconhecimento como “Loja com História”.

Recorde-se que a CM Coimbra aprovou, na reunião do executivo municipal de 5 de março de 2018, uma ficha de candidatura para a instrução de processos de reconhecimento e proteção de estabelecimentos e entidades de interesse histórico e cultural ou social local, de forma a auxiliar os estabelecimentos ou entidades que pretendessem ver efetivado esse reconhecimento. O objetivo passa, pois, por simplificar o procedimento, para que os estabelecimentos que se enquadrem nas categorias previstas na lei, entre eles as repúblicas de estudantes de Coimbra e as lojas com história, possam desencadear, com maior celeridade e simplicidade, o seu processo de pedido de reconhecimento como entidade de interesse histórico e cultural ou social local.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com